Alckmin anuncia R$ 90 mi para saúde da Baixada Santista

Alckmin destacou que serão disponibilizados em toda a Baixada 215 leitos de alta complexidade

Bertioga vai receber R$ 5 mi para investimento em leitos hospitalares e na implantação de uma Unidade de Sustentação da Vida. O anúncio foi feito pelo governador Geraldo Alckmin, que esteve em Santos nesta sexta-feira (11), juntamente com secretários de Estado. Em toda a Baixada Santista serão investidos R$ 90 mi no setor da saúde durante o ano de 2011.

Esse é o resultado de três reuniões realizadas entre o coordenador de Saúde da Secretaria de Estado, David Uip, com os prefeitos, secretários de Saúde e DRS (Diretoria Regional de Saúde) da Baixada Santista, quando as prioridades foram apresentadas pelos representantes municipais.

O objetivo é regionalizar a saúde, conforme explicou o governador, durante o encontro. “Governar é escolher. E tudo é importante. Mas a saúde não pode esperar”.

Três medidas vão proporcionar a melhoria do sistema de saúde na região. O governo do Estado trará para o Hospital Guilherme Álvaro, em Santos, uma unidade do Icesp (Instituto do Câncer do Estado de São Paulo). Uma unidade do Instituto de Infectologia Emílio Ribas e do Instituto Adolfo Lutz serão implantadas no Hospital Ana Parteira, em Guarujá, que será reativado.

Segundo Alckmin, serão disponibilizados em toda a Baixada 215 leitos de alta complexidade.

Para o secretário Estadual de Saúde, Giovanni Guido Cerri, as medidas trarão, em curto prazo, a perspectiva de melhora para a saúde. “Vamos unir esforços para viabilizar as prioridades estabelecidas pelos municípios”.

Rapidez

“Em 60 dias a região já obteve uma resposta do governador”, comentou o secretário de Desenvolvimento Social, Paulo Alexandre Barbosa. A 1ª reunião com os representantes dos nove municípios da Baixada Santista objetivando a regionalização da saúde aconteceu dia 17 de janeiro. Outras duas ocorreram em sequência, quando as prioridades foram elencadas e encaminhadas ao governador. “Nem mesmo os prefeitos tinham ideia de que seria tão rápido”.

Regulação de vagas

Outra novidade anunciada pelo governador foi a possibilidade da Central de Urgências e Emergências, conhecida como central de regulação de vagas, voltar a funcionar na região. Desde meados do ano passado, a Central funciona na Capital.

Para Alckmin, o local físico não é importante, uma vez que todo o trabalho é feito via on line. “Mas se a região considera importante, está autorizado a trazer a central para a Baixada”, afirmou o governador, que fez questão de frisar que o mais importante é ampliar a quantidade de leitos, o que facilita o trabalho da Central.

Bertioga ganha mais 45 leitos

Ainda este ano, o Hospital Municipal de Bertioga passará de 35 para 80 leitos e ganhará uma Unidade de Sustentação de Vida, capaz de manter pacientes graves por até 48 horas.

De acordo com o secretário Estadual de Saúde, Giovanni Guido Cerri, são leitos destinados a atender casos urgentes e que possam aguardar por uma vaga em UTI (Unidade de Tratamento Intensivo). “Não são somente equipamentos, mas também profissionais adequados”.

O importante

Conforme explicou o governador, as UTIs são equipamentos de alta complexidade, que demandam equipamentos específicos. “São implantados somente em municípios com mais de 50 mil habitantes”.

Presente ao encontro, o prefeito de Bertioga, Mauro Orlandini, comentou as novas medidas do Governo do Estado. “A experiência faz a diferença”. Sobre a Unidade de Sustentação de Vida, Orlandini considerou extremamente importante para Bertioga, devido à localização e aos pacientes que são atendidos no PS (Pronto-Socorro). “São leitos que irão garantir a vida até a transferência para uma UTI. Isso é muito importante para nossa cidade”.

Investimentos

Bertioga

Aumento de 35 para 80 leitos

Criação da Unidade de Sustentação de Vida

Praia Grande

Gestão compartilhada de leitos no Hospital Irmã Dulce

Peruíbe

Reforma do AME e Pronto-Socorro

Mongaguá

Criação de 38 leitos no Hospital Municipal Dr. Adoniran

Itanhaém

Aumento de leitos, de 75 para 150 no Hospital Regional

São Vicente

Reforma do Pronto-Socorro

Santos

Implantação do Centro de Referência do Câncer

Guarujá

Criação de unidades dos institutos Emílio Ribas e Adolfo Lutz

Cubatão

Implantação de Unidade Básica de Saúde

Notícias Relacionadas

Comentários estão fechados

Sistema Costa Norte de Comunicação