Cesta básica tem queda, após 4 meses de alta em Bertioga

Após 4 meses de alta, a cesta básica de Bertioga apresentou queda de 3,95%, em dezembro último. Os itens que contribuíram para a redução foram a carne, com queda de 9,20%; o feijão, com 14,34%; o arroz, com 7,24%; e a batata, com 16,08%.
De acordo com a pesquisa realizada pelo Nupex (Núcleo de Pesquisa e Extensão) da Fabe (Faculdade Bertioga), em dezembro, o trabalhador bertioguense desembolsou R$ 178,55 para comprar os 13 itens da chamada ração essencial, e para isso, precisou trabalhar 77h51min.
Em novembro, o valor da cesta foi de R$ 185,92 e o trabalhador precisou de 79h02min. de trabalho para adquiri-la. A variação acumulada no período, de maio a dezembro de 2010 foi de 5,28%. Os itens que tiveram maior alta em dezembro, e impediram uma redução maior no preço da cesta básica, foram o leite, com aumento de 9,56%; o tomate, com 4,67%; e a farinha, com 4,49%.
Mesmo com a queda em dezembro de 3,95%, a cesta básica de Bertioga ainda acumula alta de 9,0% em relação ao mês de julho de 2010, quando alcançou seu menor valor, R$ 163,76.

Tempo de Trabalho (1)
Gasto mensal
Produtos Quantidades R$
Carne 6 kg 57, 15 24h40m
Leite 7,5 l 14, 91 6h26m
Feijão 4,5 kg 15,00 6h29m
Arroz 3 kg 4, 47 1h56m
Farinha 1,5 kg 5, 67 2h27m
Batata 6 kg 7, 61 3h17m
Tomate 9 kg 13, 85 5h59m
Pão 6 kg 27, 44 11h51m
Café 600 g 7, 09 3h04m
Banana 7,5 dz 10, 17 4h24m
Açucar 3 kg 7, 34 3h10m
Oleo 900 ml 2, 63 1h08m
Margarina 750 g 5, 24 2h16m
Total da cesta 178,55 77h51m

(1) Tempo que o trabalhador de salário mínimo precisa para comprar a Ração
essencial (Decreto Lei no. 399 de 30/04/1938)
Fonte: Fabe

Notícias Relacionadas

Comentários estão fechados

Sistema Costa Norte de Comunicação