Corpo de Bombeiros dá orientações à população

O Corpo de Bombeiros intensificou e reforçou sua atuação para atender as ocorrências durante as fortes chuvas que atingiram e continuam atingindo o Estado de São Paulo. Os atendimentos variam entre salvamentos em enchentes, desabamentos, quedas de árvores, desmoronamentos, entre outros. Mas a corporação também divulga uma série de procedimentos à população em caso de futuras chuvas, muito frequentes neste período, afim de evitar situações de risco.
Confira as medidas em caso de enchente:
– Proteja sua casa, se tiver tempo, levando itens essenciais (água potável, alimentos prontos – bolacha, enlatados e roupas secas) para um andar superior onde você tem certeza que a água não chegará. Caso não tenha certeza, não perca tempo: priorize-se e procure lugares mais altos e seguros.

– Desligue a energia elétrica na caixa de força de sua casa: a água pode conduzir eletricidade e provocar choques elétricos em pessoas e animais. Você não deve tocar em equipamentos elétricos se tiver descalço ou com os pés molhados.

– Feche os registros de água, inclusive, o que vem da companhia de abastecimento: a caixa d´água e tubulação ficam preservadas das águas geralmente sujas e as vezes contaminadas das inundações.

– Não ande na água: 10cm de profundidade de uma enxurrada podem provocar uma queda.

– Se for imprescindível andar na água, caminhe por onde a água não está se movendo e use uma vara, cabo de vassoura, um rodo invertido ou qualquer outra haste rígida para verificar se o solo a frente é firme e raso.

Se estiver de carro:
– Não dirija em áreas inundadas: vá sempre para um lugar seco. Se a água começar a tomar o entorno de seu carro e se for possível abandoná-lo com segurança, abandone-o e ande para lugares altos e secos conforme recomendações acima. Permanecendo no veículo você e o veículo podem ser levados rapidamente por uma enxurrada.

– 10cm de profundidade são suficientes para chegar ao assoalho do seu carro, causando perda de controle, se estiver em movimento, podendo danificar seu veículo fazendo-o “morrer”.

– 50cm de profundidade de água (altura dos joelhos) são suficientes para fazer um carro flutuar.

– 01m de profundidade de água (altura do umbigo) é o suficiente para levar a maioria dos veículos, inclusive caminhonetes e utilitários esportivos.

Notícias Relacionadas

Comentários estão fechados

Sistema Costa Norte de Comunicação