Escritor portugues participa de café cultural

Luis Serguilha, poeta e ensaísta português, estará na Pinacoteca Benedicto Calixto, neste sábado (26), a partir das 17h00, para falar sobre literatura e estética da linguagem. O bate-papo com o autor faz parte da programação do projeto Café Cultural e contará com a mediação do escritor Flávio Viegas Amoreira. O evento é gratuito e aberto ao público.
Nascido em Vila Nova de Famalicão, Portugal, Luis Serguilha distinguiu-se em várias áreas, tendo atuado como coordenador de uma academia de motricidade-humana, colaborador em pesquisa arqueológica da época castreja, dinamizador de bibliotecas de jardim.
Suas obras são: O périplo do cacho (1998), O outro (1999), Entre nós (2000), Loros e boca de sândalo (2001), O externo tatuado da visão (2002), O murmúrio livre do pássaro (2003), Embarcações (2004), A singradura do capinador (2005), Hangares do vendaval (2007), As processionárias (2008), Roberto Piva e Francisco dos Santos: na sacralidade do deserto, na autofagia idiomática-pictórica, no êxtase místico e na violenta condição humana (2008), Korso (2010), sendo que, os três últimos têm edições brasileiras.
Vários textos de Serguilha foram publicados em revistas de literatura no Brasil, na Espanha e em Portugal e outros estão traduzidos para o espanhol, inglês, francês, italiano, alemão e catalão. Também é responsável pela publicação de uma coletânea de poesias contemporâneas brasileiras, pela Editora Cosmorama, e Curador do Encontro Internacional de Literatura e Arte: Portuguesia. Luis Serguilha recebeu o Prêmio de Literatura Poeta Júlio Brandão, em 2000.

Notícias Relacionadas

Comentários estão fechados

Sistema Costa Norte de Comunicação