Frituras nas areias da praia passam a ser proibidas, em Guarujá

Objetivo é acabar com problemas ambientais

A partir do dia 14 de março está proibida a fritura de alimentos na areia das praias de Guarujá. A decisão foi tomada quarta-feira (09), durante reunião na Semam (Secretaria do Meio Ambiente) com representantes da prefeitura e ambulantes da Praia do Tombo, primeira onde foi iniciada a fiscalização. A ação atende ao Código de Posturas da cidade (lei 044/98).
O secretário do Meio Ambiente, Élio Lopes, ressalta que a lei existe desde 1998. “Não queremos prejudicar ninguém. Por isso, com bom senso, estendemos o prazo até 14 de março, para que os ambulantes não tenham prejuízo e possam vender as mercadorias que compraram para o Carnaval”, comentou.

Outras praias
Depois da Praia do Tombo, será a vez das Pitangueiras, Astúrias, Guaiúba, Enseada, e demais passarem pela fiscalização e vistorias necessárias para que, em 14 de março (último dia permitido para fritar alimentos nas areias de Guarujá), todas as barracas, com seus respectivos alvarás, estejam de acordo com as normas da Semam, cumprindo o Código de Posturas e do MP (Ministério Público).

Botijões também
Ele afirmou ainda que, assim como a fritura, os botijões de gás também serão proibidos, com o objetivo de acabar com os problemas ambientais como o óleo de cozinha jogado nas galerias de águas pluviais. “No caso de algum ambulante ser pego jogando óleo nesses locais ou cometendo alguma irregularidade, ele corre o risco de ser processado judicialmente e perder o alvará de trabalho”, ressaltou.

Notícias Relacionadas

Comentários estão fechados

Sistema Costa Norte de Comunicação