Ladrão morre após invadir casa de policial militar

Conforme policiais, Leandro já havia praticado outros crimes

Um policial militar de São Paulo matou a tiros Leandro de Oliveira Ferreira, de 20 anos, que invadiu sua casa para roubar. O fato aconteceu na madrugada desta quinta-feira (30), no Jardim das Canções, em Bertioga.

Apesar da casa de veraneio utilizada pela família do policial contar com muro e portões altos, Leandro e um comparsa invadiram o local, surpreendendo os ocupantes do imóvel.

Conforme testemunhas, a dupla anunciou o assalto e, em seguida, iniciou uma tortura psicológica. Segundo informou a polícia, o comparsa de Leandro, que aparentava ser menor, começou a busca por objetos para roubar. Ambos ainda ameaçaram levar os dois veículos da família.

Mas, em um descuido dos criminosos, o policial militar conseguiu ir até o local onde estava sua arma e atirou na dupla, que revidou. Leandro foi atingido. Ele foi encaminhado ao Hospital Municipal, mas não resistiu. Já seu comparsa conseguiu fugir.

Outros crimes

A ocorrência foi registrada pelo delegado de Bertioga, José Aparecido Cardia, que elaborou o ‘auto de resistência seguido de morte’. De acordo com Cardia, Leandro já havia praticado vários outros crimes, inclusive, é membro de facção criminosa de São Paulo.

Prisão

Para o delegado, mesmo com a morte de Leandro, será possível identificar seu comparsa. “Sua identidade está sendo mantida em sigilo para não atrapalhar a apuração de outras pessoas envolvidas na ação criminosa. Prendê-lo é uma questão de tempo”, revelou Cardia.

A polícia suspeita que pelo menos 4 outros roubos praticados próximo à casa do policial tenham a mesma autoria, por conta das características dos criminosos.

Notícias Relacionadas

Comentários estão fechados

Sistema Costa Norte de Comunicação