Mais de mil produtos irregulares são apreendidos durante feriado prolongado em Bertioga

Ação foi realizada por integrantes da Seção de Fiscalização do município

Após o final de semana prolongado de aniversário da cidade de São Paulo (21 a 25), a Seção de Fiscalização da Diretoria de Abastecimento da prefeitura de Bertioga contabilizou, entre autuações e apreensões, 1,4 mil itens de mercadorias variadas, comercializadas irregularmente por vendedores ambulantes clandestinos.
As equipes de fiscalização foram compostas por um policial militar, um guarda civil municipal, dois fiscais e um ajudante, com suas respectivas viaturas, e atuaram em escalas ininterruptas das 09h à 0h.
Segundo Odivaldo Nogueira, chefe da fiscalização, os trabalhos se desenvolveram no calçadão e na faixa de areia da avenida Thomé de Souza, do centro ao Maitinga e ainda nos demais bairros da cidade. “O trabalho de nossas equipes tem por objetivo detectar vendedores clandestinos, pois temos o compromisso de assegurar os direitos dos trabalhadores legalizados no município. Realizamos, também, a apreensão de mercadorias irregulares, de origem duvidosa e que ocasionalmente podem colocar em risco a saúde dos consumidores”, relatou.

Produtos
Entre os produtos aprendidos estão CDs e DVDs piratas, óculos de sol, chapéus e bonés, mantas, redes e tapetes, sorvetes, frutas e laticínios, bebidas e cigarros, artesanatos e bijuterias, guarda-chuvas e assessórios automotivos. Nogueira informou que a grande maioria dos ambulantes irregulares é oriunda das cidades de Mogi das Cruzes, Guarulhos e Guarujá.
A fiscalização ainda monitorou as avenidas 19 de Maio e Anchieta, locais onde vendedores clandestinos também atuam e atrapalham o comércio local.

Reforçada
Boracéia, bairro que constantemente registra número elevado de turistas de um dia, recebeu atenção reforçada. Além da fiscalização ocorreu uma adequação nas atividades dos permissionários, no intuito de que os ambulantes comercializassem apenas o que fica determinado em suas respectivas licenças.
Nogueira lembrou que as operações especiais acontecem em datas pontuadas, porém, a fiscalização ao comércio ambulante acontece durante todo o ano, diariamente, inclusive aos finais de semana.

Notícias Relacionadas

Comentários estão fechados

Sistema Costa Norte de Comunicação