Mangue às margens do Itapanhaú tem limpeza semanal

Há duas semanas, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente iniciou a limpeza semanal do mangue às margens do Rio Itapanhaú. A coleta de resíduos sólidos é feita toda segunda-feira, com auxílio de um barco, no trecho mais crítico do mangue, entre a ponte sobre o Itapanhaú, na Rodovia Rio-Santos, até o Canal de Bertioga, na altura do bairro Caiubura.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente do Município, Rogério Leite dos Santos, até 2010, a ação de coleta ocorria uma vez por ano, quando era recolhida uma grande quantidade de lixo, como garrafas plásticas, vidros, chinelos, carcaça de geladeira, sofá, entre outros detritos prejudiciais ao meio ambiente.

O secretário conta que mais de 200 quilos de lixo foram retirados do local em menos de duas horas. “Encontramos até um caranguejo morto com plástico preso à boca”, lembra o secretário.

Por esse motivo, a secretaria decidiu mudar a periodicidade da ação. Técnicos ambientais, da Administração Municipal, desenvolveram um projeto de recolhimento semanal e contratou uma Organização Não Governamental (ONG) para realizar a coleta, que é feita toda segunda-feira.

O secretário explica que a extensão do Rio Itapanhaú atendida pelo projeto de recolhimento de lixo foi dividida em quatro trechos, e cada um deles receberá os serviços em uma semana do mês. “Não podemos fazer a extensão completa toda semana para não degradar o local, já que muitas vezes, os agentes que fazem a coleta precisam pisar no mangue. Por isso, o intervalo para realizar a coleta entre um trecho e outro é necessário”.

Notícias Relacionadas

Comentários estão fechados

Sistema Costa Norte de Comunicação