Nova coleta de lixo e reciclagem serão implantadas

Bertioga já se prepara para inaugurar um novo sistema para o recolhimento do lixo no município. E, paralelamente, também deverá iniciar a coleta seletiva e a reciclagem de variados produtos como óleo de cozinha, coco, pneus, madeiras e rejeitos de pescados, por meio da instalação de cooperativas de trabalho. O edital de concorrência pública do serviço, publicado este mês, atende com sobras a Lei Nacional de Resíduos Sólidos, de 02 de agosto de 2010, que torna obrigatória a coleta seletiva de resíduos nos municípios. 

O diretor de Meio Ambiente Marcelo Borges participou do programa ‘Praia Sustentável’, da rádio Praia FM – 106,1, nesta terça-feira (12) e detalhou os novos serviços. “Além dos itens básicos da prestação de serviço, a empresa que vencer a licitação, terá por obrigação de contrato criar e manter uma usina de beneficiamento de óleo de cozinha, triturador de pneus inservíveis, usina de beneficiamento de coco, unidades de triagem, resíduos de construção civil e unidade de beneficiamento do rejeito de pescado além da instalação de sete ecopontos espalhados por toda a cidade, onde poderão ser entregues todos os tipos de resíduos”.

Sem misturas

O diretor explicou que a cidade vai contar com uma coleta seletiva com PEVS (lixeiras) e containeres transportados por caminhões próprios que não misturam os materiais, economizando o trabalho de triagem.

Marcelo disse ainda que praticamente todas as atividades de beneficiamento remunerado dos resíduos serão desenvolvidas por cooperativas de reciclagem a serem criadas em Bertioga. Segundo ele, a empresa que vencer essa licitação terá seis meses para implantar todos os itens do contrato em Bertioga. Não existe, porém, uma estimativa de tempo para a conclusão da licitação.

Confira os principais destaques dessa semana da programação social e ambiental da rádio Praia FM 106,1:

Saúde na Praia (11/04)

Sob o tema ‘Cuidados com a pele’, o dermatologista e diretor técnico do Hospital Municipal de Bertioga, Ferrúcio Fernando DallAglio tirou dúvidas dos ouvintes sobre as doenças da pele, prevenção e tratamento. Houve o alerta para o abuso do uso de produtos químicos e para que as mulheres resistam ao apelo comercial das marcas à venda no mercado. Também presente, o ginecologista e obstetra Jurandyr Teixeira explicou as alterações na pele provocadas pela gravidez e mudanças hormonais nas várias fases da vida da mulher.

Praia Sustentável (12/04)

O programa exibido terça (12) tratou do tema ‘Reciclagem de Lixo’ (resíduos) e, além do diretor de Meio Ambiente de Bertioga, Marcelo Borges, contou com a educadora ambiental e consultora da Riviera de São Lourenço, Georgeta Gonçalves. Ela falou sobre o ‘Programa de Gerenciamento de Resíduos Sólidos da Riviera’, criado pela Sobloco Construtora em 1993. Ela contou que a coleta seletiva de lixo da Riviera está prestes a bater a marca de 3,5 mil toneladas. A última pesagem dos materiais recicláveis coletados, triados e comercializados registrou o volume acumulado de 3.434.074 toneladas, englobando, principalmente, papel, vidro, metal e plástico. Somente neste Verão – de janeiro a março – foram coletados, triados e vendidos 95.231 kg de materiais.

Mário Damácio, presidente da Ampraf (Associação de Amigos da Praia do Felix), em Ubatuba, foi outro convidado. Ele comprou uma máquina de reaproveitamento das cascas de coco. O programa exibiu ainda um áudio de entrevistas com técnicos em cooperativismo do Banco do Brasil e dos governos estadual e federal, na reunião embrionária de criação da Cooperativa de Pesca de Bertioga.

Comunidade na Praia (13/04)

Oito voluntários do AA (Alcoólicos Anônimos) de Bertioga e Guarujá estiveram presentes, além de Anderson Buffoni, técnico em dependência química. Os voluntários contaram suas experiências pessoais do vício à recuperação. Foram produzidas enquetes com ouvintes que também deram depoimentos de convivências com pai, mãe, irmão, amigo e companheiros de trabalho, dependentes do álcool.  Entre as principais lições mostradas esteve a dificuldade de o dependente admitir que tenha o problema (vício) e da importância da família, como única bóia de salvação no tratamento, penoso e cheio de recaídas. Os voluntários que participaram do programa são ex-alcóolatras que estão há 10,15, 20 anos sem beber uma só gota de álcool, porém, até hoje estão em tratamento.

*Os programas vão ao ar de segunda a quarta-feira, das 12h às 13h, sempre ao vivo.

Notícias Relacionadas

Comentários estão fechados

Sistema Costa Norte de Comunicação