Polícias prometem rigor no Carnaval de Bertioga

A ‘Operação Carnaval 2011’, em Bertioga, coordenada em conjunto pelas polícias Civil e Militar e mais a Guarda Municipal promete tolerância zero contra o crime e infrações de trânsito nas ruas, bairros e estradas da cidade.
Em entrevista na rádio Praia FM – 106,1, nesta sexta-feira (04) o delegado José Aparecido Cardia, o capitão PM, Renato Fincatti e o tenente Nelson Jorge de Castro, diretor de Trânsito local, informaram que haverá um policiamento e fiscalização ostensiva durante todos os dias da folia. Para tanto, serão instaladas viaturas em pontos estratégicos. Também serão realizadas blitze volantes, em locais surpresas, visando coibir o tráfico de drogas e os motoristas beberrões.
A Guarda Municipal, além do apoio ao desfile dos blocos carnavalescos, atuará junto às corporações na fiscalização do transporte clandestino (turistas de um dia) e da Zona Azul. “É importante lembrar que o Carnaval é um feriado que atrai mais gente do que o Réveillon. A cidade vai estar cheia e é preciso respeito, paciência e compreensão de todos” pediu Castro.

Nas estradas
Cerca de 1,1 mil policiais do 1º Batalhão da PM Rodoviária da região vai reforçar o patrulhamento das estradas que dão acesso ao Litoral Paulista.
O objetivo é reduzir o número de acidentes e de vítimas, fiscalizar o consumo de bebidas alcoólicas, coibir o abuso de velocidade e o tráfego de veículos pelo acostamento. O motorista que estiver com a documentação irregular deve cancelar a viagem, já que estarão em operação os radares inteligentes que fotografam as placas e enviam o chamado para o próximo posto, onde o guincho já fica esperando o veículo.

Prevenção a furtos
“Não podemos proteger quem não se protege” declarou o capitão Fincatti, referindo-se aos delitos comuns, como os furtos de casas deixadas abertas e carros na praia, também abertos. “A pessoa deixa documentos, dinheiro, bolsa, celular e roupas dentro do carro e vai para a areia, ou deixa as janelas abertas da casa, enquanto a família vai para a praia. É aí que eles [os assaltantes] agem. É um crime sorrateiro, que conta com a contribuição de quem é roubado” alertou o delegado Cardia.

Notícias Relacionadas

Comentários estão fechados

Sistema Costa Norte de Comunicação