População pode procurar UBSs e Usafas para tratar da virose no Guarujá

Desde o dia 03, também foi reativada a tenda climatizada para atendimento

As 14 UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e as cinco Usafas (Unidades de Saúde da Família) de Guarujá também realizam atendimentos de munícipes que estão com sintomas de virose. Isto se deve a descentralização do serviço na rede pública de Saúde do município.
Segundo a enfermeira Ângela Segantini, 60% dos casos de diarreia são leves e tratados apenas com hidratação oral. Após esse procedimento, o paciente já pode retornar para casa, mantendo a boa alimentação e a hidratação.
Já os pacientes mais graves, que necessitam de reidratação venosa, são encaminhados à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Vicente de Carvalho, se morar no distrito, ou à UPA-Guarujá (PAM-Rodoviário), se morar na sede do município.
Para a Secretaria da Saúde, a descentralização ajuda a diminuir o fluxo de pessoas nas UPAs, além de facilitar o acesso dos munícipes ao tratamento. Os pacientes podem procurar qualquer unidade das 8h às 17h.

Recomendações
A Vigilância Epidemiológica da cidade aconselha a população a lavar sempre as mãos antes de comer ou preparar alimentos; utilizar somente água filtrada ou fervida para lavar e preparar alimentos; e manter os alimentos refrigerados. Também é necessário atentar a validade dos produtos consumidos e não consumir frutos do mar crus ou mal cozidos, entre outros cuidados.

Tenda climatizada
Desde o dia 03, também foi reativada a tenda climatizada para atender os pacientes com vômitos, diarreia e dores abdominais. A estrutura de 300m² está localizada ao lado da UPA da Rodoviária. A cidade está atendendo uma média de 100 a 140 pessoas por dia com sintomas da virose. Segundo a prefeitura, o aumento de casos é em decorrência da temporada de Verão, quando a população local sobe de 300 para 1,3 milhão habitantes.

Notícias Relacionadas

Comentários estão fechados

Sistema Costa Norte de Comunicação