Projeto ‘Comércio Varejista’ auxilia vendas na Bertioga

Ana Lúcia: expectativa muito boa

Em cerca de 30 dias, o consumidor de Bertioga começará a notar melhorias em vários estabelecimentos comerciais das avenidas Anchieta e 19 de Maio. Isto porque cerca de 40 comerciantes de alguns trechos dessas avenidas aderiram ao projeto ‘Comércio Varejista’, desenvolvido pelo Sebrae, com apoio da CDL-Bertioga (Câmara de Dirigentes Lojistas). O objetivo é diagnosticar e propor mudanças aos estabelecimentos comerciais visando o aumento das vendas.

De acordo com a presidente da CDL, Marisa Negro, esse diagnóstico é realizado desde a entrada do comércio, passando pela logística, atendimento e estoque. “É muito importante o vendedor conhecer o estoque para agilizar as vendas”, exemplificou.

O projeto consiste na visita de um consultor do Sebrae em todos os comércios que aderiram ao programa, para análise do local. Após as visitas, ele elabora o diagnóstico merchandising, que é apresentado durante a palestra devolutiva. “Cada comerciante recebe um documento com orientações, que deverão ser colocadas em prática. Tudo isso, de graça”, informou Marisa.

A palestra devolutiva acontece na próxima segunda-feira (23), a partir das 19h, no Sesc-Bertioga. Segundo Marisa, o Sebrae ainda estuda a possibilidade de implantar o projeto também com empresas prestadores de serviço, entretanto, ainda não há previsão.

Modificações positivas

Um dos empresários que aderiu ao programa é Manoel Rodrigues Santana, proprietário da loja Pé Quente Calçados. Para ele, a consultoria é importante para implantar algumas modificações positivas. “Muitas vezes, o comerciante se acomoda e não percebe a necessidade de mudar”.

Ana Lúcia Freire Fernandes, proprietária da Bless Cosmetics, afirma que a expectativa é muito boa com esse projeto. “Pretendemos aprimorar as vendas em pouco tempo”, comentou.

A CDL de Santos já realizou trabalho semelhante, de acordo com Jorge Cipriano, proprietário da Bertiótica, outro que aderiu ao projeto. “Em Santos deu muito certo e acredito que aqui também será positivo”.

Senac

Além da parceria com o Sebrae, a CDL disponibilizou para sócios e não-sócios cursos do Senac. O 1º deles foi ‘Práticas Administrativas’ e já está sendo formada a 2ª turma para o ‘Contabilidade para não contadores’. “Esses cursos têm como foco o empresário. É importante ele conhecer suas obrigações tributárias e saber exatamente o que deve ser pago”, disse Marisa. Os cursos são pagos, mas os sócios da CDL têm o benefício de pagamento em 3 parcelas.

Palestras

A CDL também viabiliza palestras de interesse de empresários, comerciantes ou prestadores de serviços. Na próxima sexta (27), acontece a palestra ‘Obrigações, riscos e oportunidades para manter sua empresa legal’. O palestrante será o consultor Roberto Folgueral. Informações e inscrições pelo telefone 3317-2541.

Consultoria particular pode chegar a R$ 7 mil

“Quanto mais associados, mais a CDL fica forte e pode representar a categoria”. Marisa, da CDL

ASPAS

“O comerciante não pode agir por instinto, tem que se qualificar”.

Jorge Cipriano, comerciante

Notícias Relacionadas

Comentários estão fechados

Sistema Costa Norte de Comunicação