Rede de esgoto do Maitinga fica pronta em maio

A rede coletora passa pela Av. 19 de Maio

Até o final de maio, quem transita pela a av. 19 de Maio vai conviver com a obra que visa a ligação da rede de esgoto dos bairros Maitinga e Vila Agaó até a ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) do Parque Estoril. Esse foi o prazo que a Sabesp, responsável pela obra, estabeleceu para conclusão dos serviços.

As intervenções ainda acontecem no bairro Maitinga, na av. Anchieta, próximo ao número 3.100, e na rua Mamoré, próximo à praça 88.

Em nota, a Assessoria de Imprensa da Sabesp informou que, ao todo, serão feitos 12,3 km de redes coletoras, 5 mil metros de linhas de recalque, 3 estações elevatórias e 772 ligações domiciliares, que beneficiarão cerca de 4 mil moradores. Os investimentos são da ordem de R$ 11,5 milhões. A ETE do Parque Estoril também passou por obras de ampliação que custaram R$ 7 milhões

Cada sistema que está sendo implantado conta com um coletor tronco e uma rede coletora. Por conta disso, segundo a Sabesp, são necessárias duas intervenções em cada ponto, o que provoca a demora na conclusão da obra, embora o cronograma esteja dentro do planejado.

Asfalto

Nos pontos que passam por obras, a Sabesp é responsável pela totalidade do serviço, inclusive com a reposição de asfalto.

A Secretaria de Serviços Urbanos da prefeitura de Bertioga informou que um técnico acompanha a realização das obras diariamente. Sobre a recolocação do asfalto, a pasta informou que ao término do serviço vai avaliar o material utilizado para recomposição da via.

A Sabesp ainda informou que a rede percorrerá a extensão da av. 19 de Maio, até a ETE do Parque Estoril. No trecho próximo à rodovia Rio-Santos a empresa utilizará um método não destrutivo, de forma a evitar a interrupção de trânsito na estrada.

Transtornos

A rua Mamoré já recebeu a rede e, segundo a moradora Elizabeth de Jesus Santos, a via ficou melhor do que estava antes. “Depois da obra, colocaram uma camada de terra que nivelou a rua”.

Sobre os transtornos, ela responde: “é o preço do progresso”. Em sua residência, a moradora do bairro Maitinga utiliza fossa séptica. “Vai ser muito melhor com a rede de esgoto”.

O balconista de farmácia, José Gomes, também não se queixa dos transtornos da obra. “Vale a pena, o transtorno da fossa é muito maior”.

Ligações

A Sabesp reforça que os moradores dos bairros Maitinga e Vila Agaó devem se informar sobre a possibilidade de ligação de esgoto à rede coletora. O telefone é 0800 550195. A empresa ainda informa que não realiza a ligação da residência para a rede, entretanto, um técnico irá até o local para prestar os esclarecimentos necessários.

Prazo

A obra de ampliação do sistema de esgoto dos bairros Maitinga e Vila Agaó foi lançada pela então secretária de Estado de Saneamento e Energia, Dilma Pena, em agosto do ano passado. Durante a cerimônia de lançamento, Dilma informou que o prazo de término é de 8 meses, e que com a obra 100% da área central da cidade estará atendida com coleta e tratamento de esgoto.

Notícias Relacionadas

Comentários estão fechados

Sistema Costa Norte de Comunicação