Animais marinhos ganham base de estabilização

Unidade, que será construída no Balneário dos Trabalhadores, servirá como reforço ao atendimento da base de reabilitação, de Ubatuba

 

São Sebastião

Da redação

 

Uma parceria entre prefeitura e o Instituto Argonauta para a Conservação Costeira e Marinha  permitiu a criação de um novo equipamento dirigido aos animais marinhos resgatados em São Sebastião, a Base de Estabilização de Animais Aquáticos de São Sebastião, que funcionará como uma espécie de pronto-socorro.

Em construção no Balneário dos Trabalhadores, a obra integra o projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), e objetiva ampliar as ações de resgate e reabilitação da fauna aquática na região, ou seja, todos os animais debilitados resgatados nas praias de São Sebastião e Ilhabela serão encaminhados para a base de estabilização para que recebam atendimento, até terem condições para seguir para a base de reabilitação em Ubatuba.

Segundo a bióloga e coordenadora do Instituto, Carla Barbosa, a base de estabilização é estratégica, principalmente, na temporada. “Com o aumento de fluxo de veículos entre as cidades litorâneas, esta base servirá como um pronto-socorro no qual o animal passará por uma triagem antes de ser encaminhado para o Centro de Reabilitação”.

Carla disse ainda que a unidade aumenta as chances de sobrevivência e consequente reintrodução dos animais marinhos no seu habitat. A base contará com uma área de educação ambiental para atendimento das escolas municipais, turistas e comunidade local.

Entre os projetos desenvolvidos pelo instituto estão o Centro de Triagem de Animais (Cetas), o Centro de Reabilitação e Triagem de Animais Aquáticos – (Creta), ambos em Ubatuba, e a Base de Estabilização de Animais Aquáticos de São Sebastião.

Sobre o instituto

O Instituto Argonauta para a Conservação Costeira e Marinha é uma organização não governamental sem fins lucrativos, fundada em 1998 pela diretoria do aquário de Ubatuba. Foi criado para incentivar a obtenção de recursos para projetos de pesquisa voltados à preservação do oceano. Com sede em Ubatuba, o instituto desenvolve suas atividades por todo o litoral norte.

Há 20 anos desenvolve atividades de preservação da fauna marinha, como o próprio logotipo representa o argonauta animal que também pode ser visualizado como o guerreiro Argonauta, da mitologia grega. O instituto tem entre seus principais objetivos a questão sócioambiental, como incentivar, promover, desenvolver e apoiar a cultura, a educação, a pesquisa e a conservação ambiental, e ações voltadas à defesa, elevação e manutenção da qualidade de vida do ser humano e do meio ambiente.

O instituto realiza diariamente o monitoramento das praias da região, e disponibiliza uma equipe de 18 pessoas, entre técnicos, veterinários, monitores e auxiliares, que atuam em prol do ambiente marinho diretamente no município.

A equipe do Instituto Argonauta recomenda que, ao encontrar um animal marinho debilitado, o ideal é não se aproximar, pois, dependendo da espécie, o mesmo pode se tornar agressivo, caso se sinta ameaçado. Se avistar um animal marinho, vivo ou morto, ligue para os números: 0800 642 3341; Whatsapp 12 99735 9167 e 12 99705 6506.

Notícias Relacionadas

Comentários estão fechados

Sistema Costa Norte de Comunicação