Prefeito de Cubatão contrata Fundação São Francisco Xavier

Organização investirá R$ 9,3 milhões para reativar atendimento do Hospital Municipal em dezembro

A reabertura do Hospital Municipal Dr. Luiz de Camargo da Fonseca e Silva, em Cubatão, resultará na criação de 560 empregos diretos. O processo de seleção será realizado, prioritariamente, pelo Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT). A informação foi divulgada durante a cerimônia de assinatura do contrato de concessão do complexo hospitalar, pela prefeitura, à Fundação São Francisco Xavier, braço social da Usiminas. O ato ocorreu na tarde de quarta-feira, 11, no gabinete do prefeito. O hospital deve reabrir suas portas, com maternidade e atendimento de média complexidade, no início de dezembro.

Ao lado do diretor executivo da fundação, Luís Márcio Araújo Ramos, e de uma plateia formada por secretários, diretores, vereadores, líderes comunitários e profissionais da Saúde, o prefeito Ademário Oliveira disse: “Hoje vivenciamos um marco histórico para Cubatão. A fundação foi contemplada por meritocracia. Com esse ato, consolidamos uma reabertura sustentável”. A fundação deve investir R$ 9,3 milhões para transformar o complexo em um centro de excelência de atendimento à Saúde.

Luís Ramos reafirmou o compromisso de garantir atendimento de qualidade à população. “Cumpriremos nossa responsabilidade com a comunidade. Adaptaremos a estrutura, modernizando serviços e oferecendo equipamentos ideais, além de profissionais focados na excelência e humanização do atendimento”. Ele frisou que o atendimento sempre priorizará o melhor para o paciente. “Seremos um marco na história do hospital, oferecendo ainda mais qualidade”.

Leitos

O complexo, que inclui o prédio do antigo teatro municipal, funcionará como hospital geral e maternidade. Inicialmente serão 75 leitos, com a previsão de mais 50 leitos de convênio e atendimento de 25 especialidades, além de traumatologia, centro cirúrgico e terapia intensiva.

Após a adequação do prédio do teatro inacabado, será possível a implantação de serviços de alta complexidade, tais como tratamento em câmera hiperbárica, hemodiálise e quimioterapia para pacientes de oncologia.

O projeto de lei, que autorizou o Executivo municipal a conceder administrativamente o uso dos imóveis do complexo hospitalar à Fundação São Francisco Xavier, foi aprovado pelos vereadores de Cubatão na terça-feira, 10. A matéria legislativa foi aprovada em primeira e segunda discussões, a última em regime extraordinário.

A partir desta quinta-feira, 12, a fundação pode tomar posse dos imóveis e dar início aos seus trabalhos.  O cronograma prevê que, na segunda-feira, 16, Cubatão inicie a contratação dos serviços do Sistema Único de Saúde (SUS), incluindo maternidade, centro cirúrgico, unidade de terapia intensiva (UTI) e 75 leitos hospitalares. O processo deve ocorrer em 20 dias úteis, e as atividades hospitalares devem ter início em dezembro.

Notícias Relacionadas

Comentários estão fechados

Sistema Costa Norte de Comunicação