O inicio gradual das atividades presenciais nas escolas municipais de Bertioga será na primeira semana de maio. Entre os dias 03 e 07 acontece o retorno dos professores, com conselho de classe e reuniões. Já as aulas retornam no dia 10, com restrições para cada faixa etária. 

Os alunos do pré I e II terão aulas de segunda à sexta-feira, sendo quatro horas presenciais com até 20% da capacidade de ocupação da sala e uma hora on-line.

No ensino fundamental os encontros presenciais serão de segunda, terça e quarta, com 35% da capacidade, também com quatro horas presenciais e uma on-line. Para o fundamental, as aulas presencias nas quintas e sextas serão reservadas para os alunos que apresentam dificuldades de aprendizagem.

Faça parte do nosso grupo no WhatsApphttps://bit.ly/costanorteInforma2 E receba matérias exclusivas. Fique bem informado! 📲

O EJA (Educação para Jovens e Adultos) retornará com 100% dos alunos, tendo em vista que o número de matriculados permite o retorno total. O acompanhamento dos alunos do AEE (Atendimento Educacional Especializado) será feito em 50 minutos e um único dia da semana.

As aulas no CEE (Centro de Educação Especializado) serão divididas em duas maneiras, na sala com alunos portadores de mobilidade reduzida, o retorno será com 100%, e na sala com alunos portadores de transtorno do espectro autista, 50%.

Nos Neims (Núcleo de Educação Infantil Municipal), ou seja, nas creches, haverá a volta às aulas do Maternal II, com 20% da capacidade.

Já o retorno das classes de berçário I e II e Maternal II, está sendo avaliado pela equipe técnica da Secretaria de Educação, devido à adaptação dos bebês e a necessidade de serem acompanhados todos os dias da semana e em período integral.

Cuidados

O município distribuiu aos alunos, professores e profissionais da educação, máscaras, álcool em gel, e outras medidas também foram tomadas, como a demarcação de todas as salas de aula conforme os protocolos sanitários.

Rede Estadual e Particular

O retorno presencial nas escolas estaduais está permitido. As unidades devem respeitar o limite máximo de 35% de ocupação das salas, além de todos os protocolos sanitários, como uso de máscara fácil e álcool em gel.

Nas escolas particulares e de cursos livres, como de idiomas, profissionalizantes e informática, está mantida a permissão das atividades presenciais, desde que observada à taxa máxima de ocupação de 40% e seguindo todas as medidas sanitárias.