Um jovem de 19 anos foi preso em flagrante por tráfico de drogas na noite desta quinta-feira (28), no Guarujá, litoral de São Paulo. Segundo a versão policial, foi encontrada em poder do jovem uma pochete com entorpecentes.

Ele, entretanto, afirmou que era usuário, mas a autoridade policial entendeu que a quantidade de drogas era incompatível com o “mero uso” autuando-o em flagrante na Delegacia de Polícia do Guarujá. No local, estava presente a mãe do rapaz.

Faça parte do nosso grupo no WhatsApp ➤ http://bit.ly/CostaNortesonoticias E receba matérias exclusivas. Fique bem informado! 📲

De acordo com os policiais militares, no final da tarde desta quarta-feira (28), dois indivíduos fugiram ao ver a viatura que patrulhava a região do Pae Cará.

Um deles conseguiu escapar, mas outro, que acabou preso, ficou encurralado num beco sem saída. Ao ver que estava sem saída, ele tentou escalar um muro, mas não conseguiu e, com a chegada dos agentes ele gritou “perdi, perdi, perdi”.

Em revista pessoal, os policiais teriam encontrado uma pochete em poder do rapaz. No interior, além de uma quantidade de dinheiro, havia 173 papelotes de substância branca semelhante a cocaína, 180 pedras amareladas, semelhantes a crack, e 91 tabletes de ervas amarronzadas, semelhantes a maconha. 

Aos policiais o jovem teria afirmado que estava “na hora”, jargão da malandragem para o comércio de entorpecentes. Depois, porém, na delegacia, com sua mãe no local, ele teria dito que estava apenas fumando maconha e que a pochete não era sua.

Realizado exame preliminar de aferição da substância branca, o reagente acusou positivo para cocaína e o jovem foi preso em flagrante por tráfico de drogas. A autoridade policial entendeu que, apesar do rapaz afirmar que era usuário, além dele ter fugido quando viu a viatura, a quantidade encontrada na pochete era incompatível com o mero uso.