A ressaca marítima que atinge toda a região do Litoral Norte desde a última quarta-feira (22) tem causado fenômenos naturais em diversas praias. Em Marunduba, em Ubatuba (SP), um internauta registrou um verdadeiro ‘mar de preguari’, um tipo de molusco, comum na região, nas areias da praia, na manhã do último sábado (24).

Faça parte do nosso grupo no WhatsApp ➤ http://bit.ly/CostaNortesonoticias E receba matérias exclusivas. Fique bem informado! 📲

Neste domingo (25) não foi diferente. Desta vez, uma internauta publicou que encontrou muitas algas marinhas enroladas em linhas de pesca, redes e plásticos na praia do Estaleiro, em Ubatuba. Ela disse que até tentou limpar a areia da praia, mas a quantidade era muito grande.

Algumas pessoas parabenizaram a internauta pela limpeza, mas confundiram a presença das algas marinhas com lixo causado pelo homem.

“Parabéns pela atitude. As pessoas não têm consciência e ainda continuam sujando a praia”, escreveu um internauta.

O fenômeno da presença de algas marinhas em praias do litoral norte é comum em época de avanço de frentes frias e ressacas.

O biólogo e assistente técnico do Instituto Biopesca, Victor dos Santos Luiz, explica que o aumento dessas algas na região é causado por frentes frias e que isso já aconteceu em outra ocasião, sendo um processo natural. “No ano passado teve um aumento dessas algas nessa mesma época, isso está relacionado à frente fria do período, e não necessariamente com a balneabilidade, pois o mar fica mais agitado e acaba remexendo mais o fundo, então essas algas paradas acabam sendo arrastadas para faixa areia e fica essa aparência de sujeira, mas são algas”, disse o biólogo.