A administração pública aguarda com expectativa aaprovação de quatro grandes loteamentos mistos, que podem alavancar ainda maiso desenvolvimento da cidade. Um deles, segundo Ênio Xavier, secretáriomunicipal de Administração e Finanças e chefe de Gabinete da prefeitura, é oempreendimento urbano do Grupo Brasfanta, na área que compreende os bairrosJardim Ana Paula e Jardim São Rafael. A área da Brasfanta possui 3,5 milhões demetros quadrados, nos quais os investidores pretendem implantar umempreendimento com padrão urbanístico com destaque para a preservaçãoambiental.

No projeto da Bransfanta constam: proteção de áreade mangue e do rio, que a área do abrangem loteamento; criação lago interno;corredor, hotel e estação ecológicas; ciclovia; melhoria da via de acesso jáexistente entre um bairro e outro; e distribuição estratégica das casas,apartamentos e centros comerciais. Segundo o diretor do grupo, Marcos Longo, oprojeto aguarda liberação da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, desde deagosto do ano passado.  “É um processomoroso, ainda não temos nenhuma novidade”.

Os outros três loteamentos, segundo Enio Xavier,são, um o Jardim Albatroz, área central da cidade, com 700 mil m², e dois emItaguaré: “um na área da antiga Fazenda Itaguaré, ladeando o rio, com área de 5milhões de m², e outro logo no início da praia, uma área desmatada com 800 milm²”, descreve.

O secretário municipal enfatiza que disso depende ofuturo da vida da cidade. “Se eles não forem aprovados, teremos sériosproblemas de desenvolvimento”.

 

São Lourenço

Enquanto outras áreas aguardam aprovação, odesenvolvimento já muda os ares de um dos bairros mais tradicionais da cidade,o São Lourenço. A empresa Camargo Correa Desenvolvimento Imobiliário éresponsável pela incorporação e venda de empreendimentos de luxo no local. Oprojeto, já iniciado, prevê a construção de condomínios residenciais comprédios de 9 e 10 andares, num total de, inicialmente 131 apartamentos.

Fazem parte do plano urbanístico da empresa,investimentos em qualidade de vida para o bairro, como a construção de umportal de entrada exclusivo, com posto policial e de emergência, arborização epavimentação de ruas e outros investimentos em infraestrutura básica, como coletae tratamento de esgoto com estação própria.