O técnico Miguel Angel Ramirez concedeu entrevista coletiva na tarde desta terça-feira, véspera do confronto com o Barcelona de Guayaquil, pela Copa Libertadores. Com o espanhol na mira do Palmeiras, o Independiente Del Valle evitou perguntas sobre o assunto.

A assessoria de imprensa do time equatoriano avisou que, como evento oficial da Conmebol, a entrevista teria como único e exclusivo tema o jogo pela Copa Libertadores. Eventuais perguntas relacionadas com assuntos de interesse de outro time não seriam respondidas, de acordo com os mediadores.

Durante seu diálogo com a imprensa local, portanto, Miguel Angel Ramirez falou apenas sobre o duelo contra o Barcelona de Guayaquil, previsto para quarta-feira, no Estádio Olímpico Atahualpa. Com nove pontos, três a menos que o Flamengo, o Independiente Del Valle ocupa a vice-liderança do Grupo A da Copa Libertadores.

"Não faço mais cálculos. Esqueçamos da matemática. Todos temos muito claro que devemos ganhar. Ganhando, classificamos e, inclusive, podemos ser primeiros. Esse é o enfoque de todos", afirmou Ramirez, sobre a situação de seu time dentro da própria chave.

Interessado em contratar o treinador espanhol, o Palmeiras na última segunda-feira enviou ao Equador o diretor de futebol Anderson Barros e o vice-presidente Paulo Buosi para tratar diretamente com Ramirez e o Independiente del Valle, já que o técnico tem contrato até o final de 2021.

Até o momento, porém, ainda não houve desfecho na empreitada palmeirense no Equador. Às 21h30 (de Brasília) desta quarta-feira, sob o comando do interino Andrey Lopes, o time alviverde entra em campo para enfrentar o Tigre, no Allianz Parque, pela sexta rodada da Copa Libertadores.Gazeta Esportiva