Santos e Fortaleza ficaram apenas no empate em 1 x 1 na Vila Belmiro, partida válida pela 12º rodada do Brasileiro. Com gols de Madson no fim do primeiro tempo para o lado do Santos, e Gabriel Dias, aos dois minutos da segunda etapa para o Fortaleza, times estacionam na tabela do campeonato.

Participe dos nossos grupos 👉 http://bit.ly/COSTAINFO5 📲 Informe-se, denuncie ℹ

Vindo de uma maratona intensa de jogos e de grandes viagens – o Santos jogou no Equador na quinta-feira pela Libertadores e volta a viajar na próxima quinta para o Paraguai onde enfrenta Olimpia – o técnico Cuca resolveu poupar alguns titulares, porém, os principais jogadores do elenco, entre eles, Marinho, foram para o jogo. 

Já pelo lado do Fortaleza, Rogério Ceni colocou força máxima de seu elenco no gramado da Vila para tentar ultrapassar o adversário na pontuação do campeonato. O leão cearense é um dos destaques da competição. Na última rodada, o tricolor cearense foi um dos responsáveis pela mudança na liderança geral do Brasileirão, depois da vitória contra o Internacional. Além disso, o próprio técnico Rogério está despertando atenção. Para muitos analistas, na atualidade, Ceni é o melhor técnico do país.

Antes da bola rolar, os dois técnicos deram um grande abraço. Cuca foi o treinador de Ceni na época em que ambos estavam no São Paulo. Os dois também mostraram que conhecem bem a estratégia um do outro. O jogo foi com muita marcação, o primeiro tempo teve apenas alguns lances de emoção, foram duas bolas na trave, um para cada time. No caso do Fortaleza, o lance estava impedido. Na jogada do peixe, o lance parece que trouxe mais sorte ao time praiano pois, em seguida, após cobrança de falta de Marinho, Madson desviou de cabeça e abriu o placar aos 41 minutos da primeira etapa.

Mas no segundo tempo, os comandados de Ceni vieram ligados, e aos dois minutos, Gabriel Dias de cabeça igualou o marcador. Enfim, o jogo ganhou um pouco de velocidade. Soteldo tentou por diversas vezes puxar ataques velozes para o time da Vila, porém, errou nas conclusões. Cuca promoveu mudanças no decorrer do segundo tempo, entraram Sanchez, Raniel, Lucas Lourenço, Pará e Lucas Braga, este último, no lugar do apagado Soteldo. Marinho foi participativo, entretanto não o suficiente para trazer a vitória ao Peixe.