A relação dos 15 conselheiros tutelares suplentes, eleitos em 2019 em Santos, teve alteração. Três candidatos classificados ausentaram-se do curso de formação obrigatória, por isso tiveram suas candidaturas cassadas. Agora, os três próximos candidatos classificados na eleição terão que completar o curso para se tornarem oficialmente suplentes.

Participe dos nossos grupos  https://bit.ly/COSTAAGORA   Informe-se, denuncie!

Destinadas a todos os 30 conselheiros classificados (titulares e suplentes), as aulas foram ministradas em dezembro. Cinco suplentes ausentaram-se. Destes, dois apresentaram laudos médicos e poderão cumprir o cronograma novamente.

Não apresentaram justificativas e foram desclassificados José Francisco Martins Soares, Maurício Bezouro Carvalho e Manoel Luiz dos Santos Filho.

A nova turma do curso, composta pelos cinco candidatos, foi iniciada na  segunda-feira, 3. Participam José Jeremias de Campos, Wagner Fabiano da Silva Santos e José Carlos Carvalho (novos nomes) e Idalina Galdino Xavier e Mariana Filgueira (anteriormente licenciadas por orientação médica).

As aulas desta quarta-feira terão os temas O Conselho Tutelar e suas atribuições e Relações Interpessoais e Interinstitucionais - Rede e Ação Colegiada. Ao todo, serão 13 módulos, ministrados de maneira online, que trarão como conteúdo o dia a dia do conselheiro tutelar, políticas públicas nas áreas de saúde, assistência social e educação, atuação junto ao Ministério Público, Defensoria Pública e Poder Judiciário, entre outros.

O curso tem parceria com a  Escola de Administração Pública de Santos – Emaps 

A apresentação de certificado de participação é requisito essencial para a posse. Todo o processo de alteração dos nomes dos suplentes foi publicado no Diário Oficial de Santos  .

De acordo com a presidente do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (CMDCA), Suzete Faustina, os suplentes têm papel importante. “Eles cobrem férias, afastamentos e licenças médicas dos conselheiros. Assumem os casos e dão continuidade aos atendimentos. Podem atuar em todas as regiões de atuação do Conselho Tutelar, conforme necessidade na ocasião”.

COMO FUNCIONA

Santos conta com três unidades do Conselho Tutelar. Atualmente, os atendimentos estão sendo feitos pelos celulares do plantão: Zona Central (rua Braz Cubas, 198, Vila Nova – Telefone: 99713 9151), Zona Leste (rua Bahia, 196, Gonzaga - Telefone: 99713 9777) e Zona Noroeste (Av. Nossa Senhora de Fátima, 456, Chico de Paula - Telefone: 99713 2867).

A eleição dos conselheiros aconteceu em 6 de outubro de 2019 em 16 colégios eleitorais da cidade. Pela primeira vez, contou com o uso da urna eletrônica, sendo a única cidade da Baixada Santista a utilizar o sistema.

Entre 79 candidatos, foram eleitos os 15 conselheiros titulares, além dos 15 suplentes, que terão como missão contribuir na garantia dos direitos previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). 

Titulares

Bianca Coimbra, Marcela Matias, Dr. André Alves, Kadu, Kaio Cesar, Prof. Marcos Costa, Rafa Moura, Priscila Ribeiro, Daniella Croce, Letícia Figueiredo, Professora Beth, Tatiana Branco, Fábio Santos, Professora Vanessa, Luana de Maria.

Suplentes

Renata Alberto, Rose da Policlínica, Cabeça, Paulo Murat, Vanessa Santos, Salete Catequista, Willians Araújo, Jessica Bernarda, Mariana Filgueira, Bernarde Silva, Zizi, Idalina (Doutora Alegria), José Jeremias de Campos, Wagner (Mãozinha) e José Carlos Carvalho.