As lojas do centro de São Vicente estão se preparando para a chegada da Black Friday, realizada oficialmente na última sexta-feira do mês de novembro. A projeção é de que a cidade tenha um aumento de 25,6% nas vendas em relação ao resto do ano. 

Participe dos nossos grupos ➤ https://bit.ly/COSTAINFO3 📲 Informe-se, denuncie!

De acordo com a Associação Comercial de São Vicente (ACSV), os empresários já começaram a preparar o estoque, comprando produtos com quantidade específica a fim de repassar o valor promocional aos compradores. Além disso, como uma forma de oferecer outra opção para os clientes, neste ano os comerciantes estão apostando nas vendas on-line, e já alegam haver um aumento na lucratividade e grande crescimento nas redes sociais. Sorteios e brindes também contribuem para atrair a clientela.

 “As vendas de Black Friday do ano passado foram ótimas e, deste ano não será diferente. Os comerciantes já preparam os estoques e começam a investir nas vendas físicas e on-line, a qual tem sido opção recorrente do público como prevenção à pandemia. Por conta do novo coronavírus, muitos empresários se adaptaram e estão investindo nas vendas por meio das redes sociais. Visto que o e-commerce é um mercado lucrativo e crescente” afirma o presidente da ACSV, Alcides Antoneli.

A busca pelo melhor preço nem sempre é a melhor opção, e pode ter um custo alto para muitas pessoas. Por isso é importante estar atento às regularidades dos produtos no momento da compra.

Segundo a fiscal do Procon de São Vicente, Juliana Melo, é importante ter uma ideia prévia de quanto aquele produto custa. Por isso o ideal é estar atento e pesquisar, a fim de se evitar uma falsa promoção e encontrar a melhor alternativa no momento da compra. “Às vezes, existe aquela empresa que aumenta o preço uma semana antes só para depois colocar o preço real, isso não é uma promoção”, afirma.

Além disso, a fiscal ressalta que para ter uma compra segura é necessário estar atento às regulamentações da loja sobre a política de devoluções, pois não são todas que efetuam trocas de produtos por motivos que não envolvam defeitos de fabricação.

“Todos os cuidados que você tem em uma compra normal de qualquer dia, precisa ter também na Black Friday. Você deve pedir sua nota fiscal, verificar se a empresa faz troca, observar o certificado de garantia, ver se os produtos em promoção estão funcionando e se estão com todas as peças em perfeitas condições de uso” diz Juliana.