O Pae Cará, no Distrito de Vicente de Carvalho, tem o maior número de contaminados pelo novo coronavírus em Guarujá. É o que mostram os dados da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), por meio da Diretoria de Vigilância em Saúde, nos boletins diários que são divulgados. Até a última quarta-feira, 13, dos 412 casos confirmados na Cidade, 69 são de moradores do bairro, onde a Covid-19 já fez 10 vítimas fatais.

A Enseada é o segundo bairro mais afetado pela Covid em Guarujá, com 51 confirmações e quatro óbitos. Santo Antônio, Morrinhos e Jardim Boa Esperança têm 31, 31 e 30 casos, respectivamente. Juntos, registraram outras três mortes. Logo em seguida vem Astúrias, que tem 21 casos confirmados e dois óbitos. Os demais bairros têm menos de 20 positivados cada.

Participe dos nossos grupos ℹ  http://bit.ly/CNAGORA10    🕵‍♂Informe-se, denuncie!

Os bairros acima citados representam 56,5% dos casos confirmados e exatamente a metade dos óbitos já registrados na Cidade. De acordo com o diretor de Vigilância em Saúde de Guarujá, Marco Antônio Chagas da Conceição, os números acendem o alerta de preocupação para esses bairros, em especial o Pae Cará, ainda mais por conta da queda à adesão das restrições impostas pela Prefeitura e Governo do Estado, em especial o isolamento social.

“O Pae Cará continua na liderança dos nossos mapeamentos tanto em número de casos quanto em mortes. Trata-se de um local populoso, mas ainda assim chama atenção estar muito à frente em relação a bairros com número de habitantes semelhantes e extensão territorial até maior, como a Enseada, por exemplo”, explica.

Plano de ação

O plano de ação da Prefeitura em relação aos bairros é a conscientização aliada à fiscalização. Carros de som passam constantemente pedindo para que as pessoas permaneçam em casa, saindo apenas se for realmente necessário. Os comércios autorizados a funcionar estampam cartazes e avisos reiterando sobre a necessidade de adoção de medidas profiláticas rígidas.

A fiscalização segue em alta, em especial em comércios e ambientes compartilhados (públicos e privados), onde é obrigatório o uso de máscaras, que são fundamentais barreiras de proteção individual contra a disseminação do vírus.

Por fim, as medidas que estão sendo tomadas desde o dia 18 de março, como os bloqueios nas entradas da Cidade, o fechamento do calçadão da orla das praias nos feriados prolongados, as desinfecções de áreas e equipamentos públicos de saúde e de grande circulação, a instalação de estações de higienização de mãos e de desinfecção, além da recente coibição da prática de esportes coletivos em qualquer ambiente comunitário.

Pesquisa de assintomáticos

Começou na última quarta-feira, 13, a segunda fase da pesquisa aleatória de assintomáticos em Guarujá. A ação, que vai até esta sexta-feira, 15, realizará um total de 434 testes e integra a chamada Epidemiologia da Covid-19 na Baixada Santista (Epicobs), desenvolvida em toda a Região.Uma pequena amostra de sangue retirada da polpa do dedo é colocada no teste e o resultado sai em 15 minutos. Ao término, os munícipes respondem a um questionário de informações socioeconômicas e pessoais, além de receberem um termo contendo todas as informações do estudo e um telefone para tirar dúvidas.