A Secretaria Municipal de Saúde de Santos informa que o município tem 3170 casos confirmados da covid-19. Atualmente são 416 notificações suspeitas do novo coronavírus, investigadas e com acompanhamento da Vigilância Epidemiológica. Outras 21 mortes estão em investigação. A taxa de ocupação hospitalar dos leitos de UTI adulto caiu de 75% para 73%. Na rede privada, a taxa é de 85% e, no SUS, de 61%. 

Participe dos nossos grupos ℹ http://bit.ly/CNAGORA6  🕵‍♂Informe-se, denuncie!

Esses são os bairros com casos de coronavírus em Santos:

Aparecida 227 - (15 óbitos)

Embaré 226 - (7 óbitos);

Boqueirão 209 - (10 óbitos);

Gonzaga 208 - (6 óbitos);

Ponta da Praia 193 - (7 óbitos);

Campo Grande 172 - (11 óbitos);

Macuco 145  -(3 óbitos);

Rádio Clube121 -  (3 óbitos);

Marapé 132  -(7 óbitos);

Encruzilhada 114 -  (5 óbitos);

Castelo 106  -  (5 óbitos);

Saboó 97 - (1 óbito);

Bom Retiro 93 - (1 óbito);

Areia Branca 92  -  (3 óbitos);

Vila Mathias 92  -   (5 óbitos);

José Menino  80 -  (3 óbitos);

Morro São Bento  68 - (3 óbitos);

Pompéia  59  -  (7 óbitos);

Vila Belmiro 50;

Estuário  49 - (1 óbito);

Vila Nova  48 - (11 óbitos);

São Jorge 42 -  (3 óbitos);

Santa Maria 42 - (3 óbitos);

Caneleira  40;

Morro Nova Cintra  31 - (2 óbitos);

Alemoa 28 - (1 óbito);

São Manoel 26;

Jabaquara  22 -  (3 óbitos);

Chico De Paula  21;

Centro  19;

Vila Progresso  18 -  (2 óbitos);

Morro Pacheco 12 - (2 óbitos);

Morro Monte Serrat  11;

Morro Penha  11;

Morro José Menino  10;

Morro Caneleira  10;

Ilhéu Alto  9;

Paquetá  8;

Morro Santa Maria 8;

Morro Marapé  5  - (1 óbito);

Outeirinhos 4;

Morro Santa Terezinha  3;

Caruara  3;

 Piratininga  3;

 Valongo  3;

Vila Haddad 2;

Porto Ponta Da Praia  2;

Morro Jabaquara  2;

Morro Chico De Paula 1;

Porto Alemoa 1;

Porto Saboó  1;

Morro Fontana  1;

Monte Cabrão 1.

*Outros 101 pacientes que estão com a doença, não tiveram o relatório por bairro confirmados.      

Na sexta-feira, 22, a cidade registrava  2077 casos confirmados e 418 sob suspeita.

Você sabe o que é o coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19, após casos registrados na China. Provoca a doença chamada de coronavírus (COVID-19).

Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Principais sintomas:

Tosse;

Febre;

Coriza;

Dor de garganta;

Dificuldade para respirar.

Como é transmitido:

A transmissão acontece de uma pessoa doente para outra ou por contato próximo por meio de:

Toque do aperto de mão;

Gotículas de saliva;

Espirro;

Tosse;

Catarro.

Objetos ou superfícies contaminadas, como celulares, mesas, maçanetas, brinquedos, teclados de computador etc.

Como se proteger

Lave com frequência as mãos até a altura dos punhos, com água e sabão, ou então higienize com álcool em gel 70%.

Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com o braço, e não com as mãos.

Evite tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.

Ao tocar, lave sempre as mãos como já indicado.

Mantenha uma distância mínima de cerca de 2 metros de qualquer pessoa tossindo ou espirrando.

Evite abraços, beijos e apertos de mãos. Adote um comportamento amigável sem contato físico, mas sempre com um sorriso no rosto.

Higienize com frequência o celular e os brinquedos das crianças.

Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos.

Mantenha os ambientes limpos e bem ventilados.

Evite circulação desnecessária nas ruas, estádios, teatros, shoppings, shows, cinemas e igrejas. Se puder, fique em casa.

Se estiver doente, evite contato físico com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos, e fique em casa até melhorar.

Durma bem e tenha uma alimentação saudável.

Utilize máscaras caseiras ou artesanais feitas de tecido em situações de saída de sua residência.