Após vistoria técnica integrada, realizada na tarde de quarta-feira,13, das 14h30 às 17 horas, por órgãos governamentais municipais e estaduais, a Estrada Parque de Castelhanos, que corta o Parque Estadual de Ilhabela, foi liberada com ressalva, na condição de que essa situação se mantenha somente se não ocorrer chuvas superiores a 110 milímetros, um padrão de segurança adotado pela Defesa Civil do Estado.

Foram visitados vários trechos com registros de ocorrências durante forte e constante chuva que caiu sobre o litoral norte nos últimos dias. O grupo esteve no quilômetro 15+120 metros, um dos mais afetados. No local, no dia anterior, homens e máquinas da prefeitura, Defesa Civil e coordenação do Parque Estadual, tiveram muito trabalho para fazer a desobstrução do trecho após a queda de uma grande árvore, com aproximadamente um metro de diâmetro, que ao tombar arrastou outras de médio e pequeno porte, bloqueando esse trecho.

Ficou decidido pelo grupo que a estrada será liberada a partir desta quinta-feira,14, mas caso a previsão de chuva se confirme, poderá ser novamente interditada até que a Defesa Civil do município, junto ao Parque Estadual, volte a considerá-la segura para o tráfego de veículos. O combinado é que a precipitação pluviométrica superior a 110 mm provocará nova interdição.

O diretor do Parque Estadual de Ilhabela, Francisco Honda, agradeceu a participação do coletivo e explicou a preocupação com a segurança dentro do parque após as fortes chuvas que atingiram a região e provocaram grandes deslocamentos de terras e quedas de árvores em vários locais, o que provocou o fechamento do parque do arquipélago e trechos de rodovias em outras cidades.