O horário de verão, medida adotada em 4 de novembro em dez estados e no Distrito Federal para a redução de demanda de energia elétrica no horário de pico, encerra neste fim de semana. À meia-noite, do dia 16 para o dia 17 de fevereiro, os relógios deverão ser atrasados em uma hora.

Apesar do horário de verão, o forte calor estimulou o consumo de energia elétrica. Por exemplo, somente nas 228 cidades atendidas pela Elektro, nos estados de São Paulo e no Mato Grosso do Sul, houve um aumento de 10% no consumo residencial em janeiro, comparado ao mesmo mês do ano anterior. 

Em Bertioga, onde os termômetros ultrapassaram os 37ºC ao longo do mês, a Elektro informou que o aumento foi ainda maior, de 21.4%. Uma das principais causas apontadas na elevação do consumo é o uso excessivo de aparelhos como o ar-condicionado.  http://d.costanorte.com.br/geral/26866/consumo-residencial-de-energia-aumenta-214-em-bertioga