Comerciantes e clientes de estabelecimentos comerciais de Santos protestaram nesta tarde, 23, contra o fechamento de bars e restaurantes com a reclassificação da Baixada Santista para a Fase Laranja.

O govenador de São Paulo, João Doria, também foi alvo de críticas sobre sua administração durante a pandemia. Os manifestantes são do Movimento Meia Porta e se encontraram às 15h na Praça da Independência, depois foram pela Avenida Ana Costa até continuarem o protesto na orla de Santos.

 

Participe dos nossos grupos ➤ http://bit.ly/CostaNorteInforma [📲] Informe-se, denuncie! [🔵]

 

Os comerciantes afirmam que a cidade não enfrenta problemas com ocupações de leitos de COVID-UTI. Também ressaltam que os bares e restaurantes seguem todos os protocolos estabelecidos pelas autoridades sanitárias e pedem por mais fiscalização.

Fase Laranja

Na nova fase, denominada Fase Laranja, o consumo em bares e restaurantes está totalmente proibido. A venda de bebidas alcóolicas em lojas de conveniência só pode acontecer entre 6h e 20h.

Academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros, comércios, shoppings, concessionárias, escritórios e parques estaduais podem funcionar por até oito horas diárias, com atendimento presencial limitado a 40% da capacidade e encerramento às 20h.