Atendendo ao pedido da deputada federal Rosana Valle (PSB-SP), a reitoria da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) do Campus Baixada Santista decidiu por aclamação nomear o edifício central, localizado na rua Silva Jardim, com o nome da ex-deputada Mariângela Duarte. 

 

Na tarde desta segunda-feira, 28, o diretor Prof. Odair Aguiar Junior, informou à Rosana Valle do pleito atendido. Agora passa a se chamar "Edifício Acadêmico Professora Mariângela de Araújo Gama Duarte".

 

O pedido foi feito pela deputada Rosana Valle em 26 de maio deste ano, após o falecimento de Mariângela que lutou e conseguiu a implementação do campus na região. 

Como deputada, no período de 2003 a 2007, a professora teve destacada atuação para a implantação do Campus Baixada Santista da Unifesp, sonho que foi realizado em setembro de 2004, com a inauguração da importante unidade de ensino superior.

 

Hoje, nesta unidade, estudam 2.300 alunos em seis graduações das áreas de Saúde e Sociedade, além de 300 pós-graduandos. 

 

Mariângela Duarte, como era conhecida, foi professora universitária e teve extenso contato com a cultura, incluindo música, artes plásticas e história da arte. Símbolo de mulher e política combativa, lutou pela educação e outras boas causas da região. Mariângela foi também deputada estadual e vereadora. 

 

"Essa é uma justa homenagem à professora, que quando deputada trabalhou muito para trazer a universidade pública para a nossa região. Dar o nome dela ao prédio da Unifesp em Santos é uma forma de gratidão e eterno reconhecimento ao seu brilhante legado", comemora Rosana Valle.

 

Além dessa unidade, a deputada tem um projeto de lei que tramita em Brasília, o PL 2958/2020 que pretende nomear todo o Campus da Baixada Santista.

 

Participe dos nossos grupos 👉 http://bit.ly/COSTAINFO5 📲 Informe-se, denuncie ℹ

 

Na oportunidade, o diretor Prof. Odair Aguiar Junior agradeceu a emenda parlamentar da deputada de R$ 100 mil para equipamentos da unidade. A parlamentar também destinou emendas para as Escolas Técnicas Estaduais (ETECs) de Mongaguá, Peruíbe, Santos e Cubatão. Também na área da educação, receberão recursos os Institutos Federais de Registro e Cubatão.