O Procon Guarujá, diante do cenário atual de prevenção contra o Covid-19, reforça seu compromisso com o consumidor, pois os problemas persistem durante todo o ano. Mesmo com o atendimento presencial suspenso por tempo indeterminado, além das audiências de conciliações e retornos, o órgão prossegue com atendimento remoto, para que o cliente saiba como proceder e recorrer aos seus direitos.

Participe dos nossos grupos ℹ http://bit.ly/CNGUARUJA2 🕵‍ Informe-se, denuncie!

Conforme revelou, uma das reclamações mais comuns é sobre produtos adquiridos que apresentam defeito dentro do prazo de garantia. Para esse caso, o Procon afirma ser necessário acionar a assistência técnica, não o comerciante, e solicitar os reparos necessários. Por isso, é essencial guardar comprovantes e protocolos que demonstrem os pedidos de reparo.

Caso a solicitação não seja atendida, o Procon intervirá assim que os atendimentos voltarem ao normal, após o período de quarentena. A orientação também é válida para problemas com produtos e serviços de telefonia.

Segundo o diretor do Procon Guarujá, Alexandre Cardoso, durante o entendimento com as empresas, seja qual for o ramo, é de extrema importância que o consumidor registre tudo de forma escrita, ou seja, guardando e-mails e mensagens.

Por tratar-se de uma situação extraordinária, é esperado solidariedade e harmonia nas negociações. Por isso, é fundamental que as empresas prestem orientações e estejam abertas a negociar soluções viáveis e satisfatórias. 

Para outras situações como imposição ou cobrança abusiva ou indevida, o consumidor deve ligar para os telefones (13) 3358-2530 e (13) 3387-3171 para mais orientações. O atendimento do Procon será realizado nesses canais, de segunda à sexta-feira, das 9h às 15 horas.