A prefeitura de Santos entregou, na sexta-feira, 31, a nova Rua Gastronômica, localizada no Gonzaga, em trecho de 400 metros da Rua Tolentino Filgueiras, entre as avenidas Ana Costa e Washington Luís – onde há 14 estabelecimentos de diferentes ramos alimentícios.

Participe dos nossos grupos ℹ bit.ly/GRUPOCNGUARUJA 🕵‍♂Informe-se, denuncie!

A revitalização incluiu repavimentação da via, reforma de guias e calçadas, instalação de mobiliário urbano, nova iluminação, mais acessibilidade e artes visuais no solo e nos postes.

Em vistoria ao local nesta sexta-feira, 31, o prefeito Paulo Alexandre Barbosa conversou com comerciantes e avaliou as mudanças promovidas. "Durante a pandemia, enquanto os estabelecimentos estiveram fechados, a prefeitura trabalhou aqui para que pudéssemos ter um lugar mais atrativo, auxiliando esse setor que permaneceu muito tempo fechado durante a quarentena".

Durante visita aos estabelecimentos, ele lembrou que ainda são necessárias precauções contra a covid-19. "Ainda há horário reduzido de funcionamento, mas, dentro das regras, a população pode vir conhecer mais esse atrativo para a cidade".

CONCEITOS

De acordo com o arquiteto da prefeitura responsável pelo projeto, Glaucus Farinello, a ideia foi potencializar a identidade da rua. “Pensamos em um desenho específico de calçada, com uma faixa de mosaico que não há em nenhum outro lugar da cidade”, exemplifica, citando outras intervenções: “o mobiliário urbano também é personalizado, tanto que os bancos têm até a marca da Rua Tolentino”.

Outro conceito adotado, segundo ele, foi privilegiar a luminosidade do local, com a instalação de 34 novos pontos de luz direcionados aos pedestres. “Geralmente, as vias têm iluminação pública voltada aos carros e, muitas vezes, as calçadas ficam mais escuras, até em função da arborização. Então, foi feito um grande reforço para estimular o uso das calçadas como um grande espaço de encontro para munícipes e turistas”.

O projeto é complementado por arte urbana, pensada para atrair o público. “Temos a esquina elevada, com piso diferenciado, e alguns gomos da faixa de pedestre possuem palavras que são tipicamente santistas ou que têm a ver com a própria via, como Gonzaga, Tolentino e canal 3. Assim, marcam uma identidade”, explica, apontando que alguns pontos são propícios para selfies. “As pessoas poderão fazer foto, se divertir".

APROVAÇÃO 

Representante da Comissão de Tolentino, que reúne os proprietários de bares e restaurantes locais, Vivian Cantarelli se disse satisfeita com as intervenções promovidas pela Prefeitura.  "Adoramos o resultado, principalmente a parte de iluminação. Agora, temos uma rua bem iluminada e tranquila. Está ao gosto de todos, atendendo à nossa expectativa".

BANCOS

As intervenções incluíram a instalação de sete bancos, 15 puffs, sete lixeiras e 15 floreiras na faixa de serviço das calçadas formada por mosaico português – a outra faixa, para circulação de pedestres, foi finalizada em concreto.

Contemplada com nova pavimentação, troca de guias, sarjetas e bocas de lobo, a via ainda recebeu dutos subterrâneos para embutimento de cabos de telecomunicações, restando suspensa apenas a fiação referente à energia elétrica.

Na iluminação, foram instalados mais 34 pontos de luz, em braçadeiras acopladas aos postes de concreto já existentes e a novos postes metálicos, fixados na calçada oposta.

No cruzamento com a rua José Caballero, está a esquina elevada, destacada na cor vermelha e nivelada com a caçada. Conforme Farinello, a ideia é criar um ambiente mais confortável e seguro para os pedestres.

ARTE VISUAL

A arte visual da rua Gastronômica inclui inscrições e desenhos em faixas de pedestres (garfo e faca) e imagens nos postes de iluminação que remetem a ingredientes como pão e alface e pratos como sushi e macarrão, em referência a algumas das especialidades dos estabelecimentos locais. Na avenida Ana Costa, há também um semáforo temático, com formas diferenciadas nos conjuntos focais.

O trabalho foi desenvolvido pelo artista plástico Erico Bomfim e pela arquiteta Tainah Perrotta, com apoio da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

PREVENÇÃO

O atendimento nos estabelecimentos está sujeito às regras de distanciamento, higienização e horários estabelecidas para combate à covid-19, previstas no Plano São Paulo de retomada econômica e nos decretos municipais que regulamentam os serviços. A fiscalização é realizada pela Secretaria de Finanças (Sefin).

INVESTIMENTO

A reurbanização do trecho contou com um investimento de aproximadamente R$ 2 milhões, provenientes de um Termo de Responsabilidade de Implantação de Medidas Mitigadoras e/ou Compensatórias (Trimmc) entre a Prefeitura e uma empresa portuária.