Cerca de 60 voluntários 'invadiram' a Ilha Urubuqueçaba, em Santos, para realizar uma ação nobre: a limpeza do interior da ilha. A ação é uma iniciativa da Associação Santista de Longboard (ASL) e do Pioneiros Surf Clube do Litoral Paulista.

Participe dos nossos grupos http://bit.ly/COSTAINFO5 📲 Informe-se, denuncie ℹ

A coleta de lixo na ilha ocorreu na manhã de sábado, 19, Dia Mundial da Limpeza. Segundo o vice-presidente da Associação Santista de Longboard, Carlos Roberto, o 'Lobinho', a defesa do meio ambiente faz parte de todas as manifestações do grupo. "Essa ilha precisa ser preservada e cuidada, pelo histórico existe um proprietário, que deveria ser responsável pela manutenção e segurança desse patrimônio".

HISTÓRICO

A pequena ilha, localizada na Praia do José Menino, divisa com São Vicente, é o cenário principal para os surfistas que se aventuram nas ondas do local. Apesar de ter tido muitos donos, a ilhota hoje está praticamente abandonada. 

O último proprietário, Cláudio Pires Castanho Doneux, apresentou diversos projetos para a expansão da ilha, como implantação de seis edifícios, com mais de 15 andares cada um, tendo um hotel no meio deles. O acesso se daria por uma ponte com 150 metros de vão livre. O complexo ainda teria, na parte da praia, um imenso boulevard onde seria construída uma concha acústica ultramoderna, para mais de 7 mil pessoas e outros equipamentos de lazer, dentro de uma praça arborizada. O projeto, no entanto, não saiu do papel e a Ilha Urubuqueçaba permanece até hoje na posse dos herdeiros de Doneux. O local resistiu a tentativas de urbanização e permaneceu intacta em sua composição natural, com desmatamento apenas para trilhas.