Duas pessoas ficaram feridas em um ataque com armas brancas que ocorreu nesta sexta-feira, 25, nas proximidades da antiga sede da revista satírica Charlie Hebdo, em Paris, na França. A polícia informou que um suspeito foi preso.

Um oficial da Procuradoria Nacional Antiterrorista (PNAT) confirmou que um segundo suspeito foi levado sob custódia.

O premiê francês, Jean Castex, informou inicialmente que quatro vítimas se feriram no atentado, número foi atualizado posteriormente para dois.

Uma testemunha declarou: "Eu estava no meu escritório. Ouvi gritos na rua. Olhei pela janela e vi uma mulher que estava deitada no chão e havia levado uma pancada no rosto do que possivelmente era um facão".

A polícia de Paris informou que uma pessoa foi presa perto da Ópera da Bastilha. Ainda não foi confirmado oficialmente qual o objeto utilizado no ataque.

O jornal "Le Monde" afirma que as vítimas precisaram ser socorridas em estado de "urgência absoluta".

A Promotoria nacional antiterrorismo afirmou que está investigando o caso.

 

Fonte: EBC