A Organização Mundial da Saúde (OMS) comemorou nesta segunda-feira, 30, a primeira queda, desde setembro, do número de novos casos de infecção pelo novo coronavírus na Europa, alertando, contudo, que "qualquer avanço pode ser rapidamente perdido" no combate à pandemia.

Em entrevista coletiva na sede da organização, em Genebra, o diretor-geral, Tedros Adhanom Ghebreyesus, lembrou que na semana passada foi verificada uma redução de novos casos, sobretudo no Continente Europeu, "devido à eficácia de medidas difíceis, mas necessárias" de restrição à liberdade de movimento das populações.

Tedros Adhanom recomendou "extrema cautela" na análise desses resultados, lembrando que em outras regiões do mundo essa queda não foi verificada.

Fonte: EBC Internacional