Prevista para hoje, 30, a venda de um terreno da União na Octogonal, área nobre de Brasília próxima do fim da Asa Sul, foi suspensa por determinação da Justiça. Avaliado em R$ 252 milhões, o terreno de 64.949 metros quadrados seria leiloado para a construção de uma quadra residencial, a Octogonal 3, prevista no plano urbanístico de Brasília desde meados dos anos 70 do século 20.

Segundo a Secretaria de Coordenação e Governança do Patrimônio da União (SPU), do Ministério da Economia, os novos atos da licitação serão comunicados oportunamente.

A associação dos moradores do bairro contestava a venda por querer a transformação da área em um parque, mas o Ministério da Economia não informou se a decisão judicial está relacionada a essa questão.

O Ministério da Economia pretende vender 425 imóveis em várias partes do país ao longo deste ano. Mapeados no ano passado, eles receberam a classificação de imóveis vagos disponíveis para uso.Na terça-feira, 28, a SPU tinha leiloado duas casas da União na Península dos Ministros, no Lago Sul, por R$ 18 milhões.