A Câmara de Cubatão aprovou na terça-feira, 24, a criação de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para buscar esclarecimentos junto à Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) do governo do estado sobre a destinação das residências erguidas no Centro Social Urbano (CSU), também conhecido como Parque do Trabalhador, na rua Salgado Filho, Parque Fernando Jorge. O pedido de abertura da CEI é do parlamentar Wilson Pio, que quer saber como fica a situação dos moradores cadastrados pelo Programa Serra do Mar.

Participe dos nossos grupos ℹ http://bit.ly/CNAGORA8 🕵‍♂Informe-se, denuncie!

Pio comentou que existe muita confusão e desinformação nesse processo de transição dos moradores atendidos pelo Programa Serra do Mar. O parlamentar disse que costuma ser marcado nas redes sociais por pessoas que estão em dúvida se os novos apartamentos do conjunto habitacional do CSU serão destinados para os munícipes do Bairro Pilões, que ainda hoje estão no auxílio-aluguel. "O povo se sente abandonado pelo governo do estado. Ninguém sabe nada. Estão todos no escuro”, criticou Pio. O vereador ressaltou que o objetivo da CEI é exigir transparência na entrega das novas moradias. Ele ainda lamentou o fato de que hoje as pessoas não sabem quais segmentos serão priorizados na distribuição dos apartamentos. “Os parlamentares estão sendo cobrados por um problema que é de competência do governo estadual".

A CEI será formada por três parlamentares e terá a duração de sessenta dias.

Programa Serra do Mar 

Iniciado em 2007 pelo governo do estado de São Paulo com o objetivo de realocar moradores dos bairros-Cota que viviam há décadas em áreas de risco e no interior do Parque Estadual da Serra do Mar. Em 2010, com a parceria do Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID, o projeto ampliou sua área de atuação para os 332 mil hectares do parque e arredores, tornando-se o Programa Recuperação Socioambiental da Serra do Mar.