O governo federal publicou nesta quinta-feira (15) a nomeação de Claudia Mansani Queda de Toledo para a presidência da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). A Capes é a fundação do Ministério da Educação (MEC) responsável pela expansão e consolidação dos programas de pós-graduação no país. A nomeação consta em edição extra do https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-318-de-15-de-abril-de-2021-314318073 .  

A nomeação ocorre três dias depois da exoneração de Benedito Guimarães Aguiar Neto do cargo. Ex-reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Neto presidia a Capes desde o início de 2020. Em publicação nas redes sociais, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, fez elogios à escolhida. 

Anuncio a professora Dra. Cláudia Queda de Toledo como nova Presidente da CAPES.

A escolha se dá pelo seu compromisso com a comunidade acadêmica e científica em sua trajetória como reitora, coordenadora de pós-graduação e professora.

1/2 pic.twitter.com/jWJcMcwCJn

Loading

— Milton Ribeiro (@mribeiroMEC)

De acordo com o currículo disponível na Plataforma Lattes, Toledo é docente nas áreas de direito constitucional e dá aulas na graduação e na pós-graduação do curso de direito da Instituição Toledo de Ensino (ITE), em Bauru (SP), da qual é coordenadora científica. Ela também é reitora do Centro Universitário de Bauru. A professora possui mestrado em direito das relações sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP) e doutorado em direito constitucional pela Instituição Toledo de Ensino.

Edição: Aline Leal EBC Política Nacional