Na última terça-feira, 31, uma tenda de descontaminação foi montada em frente à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Matheus Santamaria – conhecida como PAM da Rodoviária, para atender os pacientes antes de passarem pela triagem dos postos volantes. Antes de acessarem a área de triagem, os pacientes passam por uma ducha capaz de desinfectar as roupas, a fim de evitar a contaminação pelo novo coronavírus. O equipamento está funcionando desde a tarde de terça-feira, 31. 

Participe dos nossos grupos ℹ  http://bit.ly/CNAGORA10  🕵‍♂Informe-se, denuncie!

O processo é feito em um paciente por vez e dura cerca de 20 segundos. Os dispositivos, como se fossem purificadores, liberam os produtos (água clorada e álcool 70) em gotículas para esterilizar a pessoa e diminuir as chances de transmissão do vírus Covid-19. 

Essa nova estratégia de desinfecção está entre as medidas implementadas por um complexo industrial na cidade de Chongqing, no sudoeste da China, para conter a disseminação do vírus entre os trabalhadores.

“A vantagem dessa tenda é que diminui o risco de contaminação dos profissionais que estão atendendo e isso aumenta a segurança e a qualidade da assistência. Antes das atividades de trabalho e ao término, eles também são submetidos a essa descontaminação”, explica o secretário adjunto de Saúde, Marcelo César.

A Secretaria Municipal de Saúde está viabilizando caminhos para realizar a implantação do equipamento na UPA de Vicente de Carvalho (Avenida São João, 111 – Pae Cará), que também faz parte do Plano Contingente de Coronavírus.

Balanço

Entre os dias 20 e 31 de março, os postos volantes, que fazem parte do conjunto de medidas para a prevenção do novo coronavírus, realizaram 1.824 atendimentos. O maior movimento é o da estrutura instalada em frente ao PAM da Rodoviária (Avenida Santos Dumont, 856 – Santo Antônio), que registrou 1.413 pessoas atendidas no período de 11 dias.

Já na estrutura em frente à UPA de Vicente de Carvalho, foram realizados 411 atendimentos durante os 11 dias, sendo 286 apenas entre os dias 23 e 26 de março. As estruturas montadas fazem parte da iniciativa da prefeitura de Guarujá, em parceria com a Organização Social (OS) Pró-Vida. São duas carretas e quatro tendas, prestando atendimento 24 horas especificamente para pacientes que apresentarem sintomatologia respiratória.