Após chegar a 95% no fim de semana, a taxa de ocupação dos leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) para covid-19 no Rio de Janeiro caiu para 93% hoje (30), segundo balanço da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que ampliou o número de leitos em sua rede, de 271 para 288. 

Apesar da queda no percentual de ocupação, o número de pessoas internadas em unidades municipais, estaduais e federais na capital fluminense continuou a aumentar e subiu de 525 no sábado para 540 na manhã de hoje. Em relação ao início do mês, houve um aumento de mais de 40% no número de pessoas internadas em UTIs para covid-19, que era de 378 em 3 de novembro.

No fim da manhã de hoje, o número de pessoas que aguardavam transferência para leitos na capital e na Baixada Fluminense era de 263, e 173 precisavam de leitos de UTI. Segundo a SMS, todos os pacientes que aguardam vagas de terapia intensiva estão sendo assistidos em leitos de unidades pré-hospitalares, que dispõem de monitores e respiradores. 

A taxa de ocupação das UTIs na rede estadual, considerando também toda a região metropolitana e o interior, era de 80% na manhã de hoje, de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde. A nível estadual, 364 pessoas com casos confirmados ou suspeitos de covid-19 aguardam transferência para leitos de internação, e 231 deles precisam de vagas de UTIs.  

A taxa de ocupação dos leitos de enfermaria é de 72% na capital e de 62% no estado do Rio de Janeiro. 

Edição: Liliane Farias EBC Saúde