Uma nova estratégia utilizada para desafogar a procura às unidades de saúde em meio à pandemia da Covid-19, a telemedicina, já realizou mais de 1000 atendimentos por meio de videoconsultas após três meses de funcionamento. O serviço, que oferece suporte médico à distância às pessoas que desejam tirar dúvidas sobre o coronavírus ou apresentam sintomas respiratórios, está disponível à população de segunda a sexta, inclusive aos feriados, das 8 às 17 horas, somente pelo telefone (13) 3421-4413.

Participe dos nossos grupos ℹ📲  https://bit.ly/GUARUJA2  Informe-se, denuncie!

Do total dos atendimentos, 100 pacientes com suspeita da doença estão sendo acompanhados por uma equipe da Secretaria de Saúde, que realiza o monitoramento no período da quarentena (14 dias após o início dos sintomas). Desses 100, 25% dos enfermos apresentaram agravamento dos sintomas e receberam agendamento do tele atendimento. O paciente em isolamento domiciliar conversa com o médico de plantão por meio de videoconsultas, já que o confinamento é recomendado para evitar a propagação do coronavírus.

TELEMEDICINA

Lançado em abril deste ano, o serviço de telemedicina é ofertado após triagem pela central de atendimento da Secretaria de Saúde e notificações de pacientes que apresentam quadro gripal e foram atendidos em uma das Unidades de Saúde da Família (USFs) ou Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Antes de receber a confirmação do pré-agendamento por mensagem pelo WhatsApp, o paciente passa por avaliação de uma equipe multiprofissional (fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, psicólogos, fonoaudiólogos, dentistas e médicos) que responderá perguntas referentes aos sintomas, contaminação, maneiras de frear o contágio, tratamento, quando procurar uma Unidade de Saúde da Família (USFs) e hábitos de higiene.

TECNOLOGIA

O teleatendimento garante segurança e sigilo dos dados dos pacientes, pois segue o padrão americano de criptografia avançada AES e está de acordo com a General Data Protection Regulation (GDPR), a Lei Geral de Proteção de Dados europeia. A tecnologia foi doada ao Município pela empresa de agendamento de consultas on-line Doctoralia, com sede brasileira em Curitiba. A medida foi implantada para contribuir para que a assistência à saúde pudesse ser mantida de forma segura.