Um aluno do 8º ano da EE William Aureli, em Bertioga, deu falta de um celular, da marca Samsung, que, segundo ele, estava em sua mochila, na sala de aula. A denúncia foi registrada na delegacia de Bertioga, no dia 4. 

A mãe relatou que a situação na escola está difícil. "Está acontecendo muito isso lá, com outras pessoas, mas elas têm medo de fazer boletim de ocorrência". Ela disse, ainda, que  a direção da escola orientou para que os alunos não levem celular para a unidade. "Mas a gente manda o celular porque a gente trabalha fora e é a forma que temos de falar com eles". 

Participe dos nossos grupos ℹ  http://bit.ly/CNAGORA8  🕵‍♂Informe-se, denuncie!

Ela defende que deveria ter mais segurança na escola e cita um problema  que pode ser definido como um mal social: "tem família que quando o filho chega em casa com um celular que não é dele, acha ruim. Outras não!". 

Questionada, a Secretaria de Educação do estado respondeu com a seguinte nota: "A Diretoria Regional de Ensino de Santos informa que a direção da EE William Aureli foi comunicada sobre o suposto desaparecimento do aparelho telefônico somente na última segunda-feira, 7. A direção continua à disposição da responsável pelo aluno para quaisquer esclarecimentos e irá verificar junto aos demais alunos. Os estudantes são orientados a zelar e cuidar dos seus pertences, porém em situações como essa, a direção deve ser notificada de imediato para que as devidas providências sejam tomadas".