A Polícia Federal e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBIO deflagraram nesta semana (14/9 a 17/9) a operação Carne de Panela, com o objetivo de realizar ações de repressão e investigação a crimes ambientais, principalmente o combate à caça ilegal de animais silvestres, no interior do Parque Nacional da Serra da Bocaina, unidade de conservação federal que abrange os Estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

As ações de campo se desenvolveram ao longo da semana. De acordo com a equipe policial, no dia 10/9, foi cumprido um mandado de busca e apreensão, no Distrito de Campos Novos de Cunha/SP, relacionado ao principal investigado por comércio de cachorros que são comumente utilizados para a caça.

Após o cumprimento da medida judicial, as equipes fizeram incursões no interior do PARNA-Serra da Bocaina, na região conhecida como Sertão da Paca, onde foram promovidas autuações administrativas decorrentes de danos ambientais encontrados e foram realizadas várias perícias relativas a inquéritos policiais já instaurados.

 

Participe dos nossos grupos http://bit.ly/COSTAINFO5 📲 Informe-se, denuncie ℹ

 

No dia 16/9, as equipes cumpriram mais um mandado de busca em imóvel, cujos moradores são suspeitos de dar suporte a caçadores na região denominada Sertão dos Mineiros, também no interior da Unidade de Conservação.

Por fim, no dia 17/9, foram realizadas novas incursões no interior do PARNA-Serra da Bocaina, atingindo uma grande extensão daquela unidade de conservação, onde foi possível apreender armas de fogo e vários apetrechos utilizados para a caça ilegal. Ainda nas ações foram destruídos alguns pequenos ranchos clandestinos utilizados pelos caçadores no interior do parque.

Durante as investigações foi possível obter imagens de treinamento de cães para a caça, diversas fotos de animais abatidos e dos cachorros efetivamente caçando.  A partir dos trabalhos conjuntos realizados pela Polícia Federal e o ICMBio, com o até então colhidos nas apurações, objetiva-se colher mais informações sobre uma rede de caçadores e de pessoas que fomentam a caça clandestina, principalmente no interior do Parna - Serra da Bocaina.

"Operação Carne de Panela"

Nome dessa operação se dá pelo fato que região a carne de animais silvestre é muito apreciada e ela é feita e consumida pelos caçadores ilegais como uma receita de "carne de panela".