A Polícia Civil, através da 1ª Delegacia de  Polícia de Repressão aos Crimes contra a Liberdade Pessoal (DHPP), prendeu um homem e fechou, nesta terça-feira (28), uma fábrica de falsificação de documentos para criminosos, no bairro Sapopemba, na zona leste da cidade de São Paulo.

Durante as atividades de campo foi encontrada grande quantidade de documentos em branco ou preenchidos com nomes e fotos de suspeitos. Ainda foram localizados um computador, pen-drives e celulares usados na prática criminosa.

A central abastecia tanto criminosos acusados de homicídio, para fugir da prisão, quanto golpistas, que usavam as falsificações para abertura de contas bancárias e aplicação de golpes em instituições financeiras.

Um homem encontrado no local foi preso em flagrante. Ele responderá por falsificação de documentos públicos e particulares, falsidade ideológica e estelionato.Polícia Civil SP