A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Polícia de Investigações Gerais, da Delegacia de Polícia de Investigação sobre Entorpecentes e do Centro de Inteligência Policial, todos da Delegacia Seccional de Polícia de Dracena (Deinter 8), deflagrou nesta terça-feira, 4, a “Operação Midas”, com objetivo de prender quadrilha que praticou um furto em relojoaria, no final do mês de março, no centro de Dracena.

A investigação coordenada pelas Delegacias Especializadas contou com técnicas de inteligência e compartilhamento de informações, durou cerca de quatro meses, e resultou na identificação de seis pessoas, sendo quatro homens e duas mulheres, que integravam quadrilha que perpetrava os furtos em todo estado.

A operação foi deflagrada, simultaneamente, na cidade de Presidente Prudente e nas cidades mineiras de Araxá e Juiz de Fora, com apoio da Central de Polícia Judiciária de Presidente Prudente, Delegacia Especializada de Investigação de Furto e Roubo de Carga - Belo Horizonte/MG e da Delegacia de Polícia Especializada de Furtos e Roubos – Araxá/MG.

Fonte: Polícia Civil SP