Levantamento da SSP (Secretaria da Segurança Pública) e da Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais) de São José dos Campos (SP) aponta a cidade, no Vale do Paraíba, como a mais segura do Brasil entre as com população superior a 500 mil habitantes. A taxa de mortes violentas, que engloba homicídios e latrocínios, na cidade, ficou em 5,17 a cada 100 mil habitantes.  

Faça parte do nosso grupo no WhatsApp http://bit.ly/CostaNortesonoticias E receba matérias exclusivas. Fique bem informado! 📲

Em segundo lugar no ranking aparecem duas cidades do ABC. São Bernardo do Campo, com 5,4; e com Santo André, 5,9. Das 10 cidades mais seguras nove estão no estado de SP.

Considerando apenas os homicídios, São José fica em segundo lugar, atrás somente para São Bernardo, mas com taxas semelhantes: 5 na cidade do Grande ABC e 5,17 em SJC.

Sistema integrado

Um dos responsáveis pelos números é o programa São José Unida, que integra a tecnologia e a ajuda da população. Em 2020 São José registrou 37 homicídios, os menores índices locais desde 2002. Outro dado relevante é que a cidade não teve latrocínios (roubos seguidos de morte) em todo o ano passado.

Criminalidade em queda

A taxa de homicídios + latrocínios, alcançada por São José é semelhante à de países de primeiro mundo onde há menos violência e; metade da considerada tolerável pela Organização das Nações Unidas – ONU, que é de 10 assassinatos a cada 100 mil habitantes.

A taxa joseense é ainda 6 vezes menor em relação à média nacional (31,1) e está abaixo das médias do Estado de São Paulo (6,5) e mundial (6,4).

Denúncia

Quem tiver informações que possam auxiliar na investigação de crimes pode denúncia às policias Civil e Militar pelos telefones 181 e 190 respectivamente, e à Guarda Civil Municipal pelo 153. A identificação não é necessária em nenhuma das corporações.