No último sábado, 27, a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Guarujá participou de um simulado para acidentes com amônia no Macuco, em Santos. A atividade incluiu atendimento, isolamento da área, evacuação e todos os passos que devem ser tomados em casos de acidentes químicos.

http://Participe,dos,nossos,grupos,ℹ http://bit.ly/CNAGORA06 🕵‍♂Informe-se,,denuncie!

O local para a ação foi escolhido pelo alto número de empresas que utilizam amônia ao redor da área. No treinamento, foi simulada uma colisão entre um carro e um caminhão de carga contendo amônia. O acidente fictício acabou causando vazamentos, o que deu início ao treinamento, que também incluiu moradores do bairro e equipes de suporte de outros municípios.

No início de 2016, a cidade de Guarujá presenciou um acidente com gás em seu porto. O vazamento, por conseqüência das chuvas, causou incêndios e prejudicou a população local na época. Para o secretário adjunto de Saúde, Marcelo de Almeida César, o treinamento foi de extrema importância. “Considerando as características do Município, devemos possuir profissionais habilitados e o devido preparo para este tipo de evento”.

Teoria e prática– No dia 17 de julho, antes do simulado, a equipe participou do Workshop ‘Atendimento de Emergência com Amônia’, no Centro de Treinamento da Codesp (Avenida Conselheiro Rodrigues Alves – Estuário), também em Santos. A palestra debateu sobre o composto químico e seus riscos à saúde.