A moradora de Cubatão, Danubia de Souza da Silva, de 22 anos, portadora de Amiotrofia Espinhal Progressiva, que causa atrofia muscular, conseguiu vencer a luta contra a dengue e o novo coronavírus, tudo isso ao mesmo tempo.

Em entrevista para o site G1, Danubia explicou como foi saber que além de enfrentar o seu problema degenerativo, tinha que lutar contra outras duas doenças.

Danubia afirmou: "Foi um susto, por saber que meu pulmão já é bem comprometido, eu tinha muito medo. Eu não precisei ficar no hospital e nem com respiradores, fiquei me cuidando em casa, como o médico me aconselhou. Mesmo assim, na hora que recebi o resultado o desespero tomou conta".