Um dia após negar a possibilidade de compra de doses da vacina chinesa, a Coronavac, Jair Bolsonaro voltou a falar sobre vacinas contra à covid-19. Na noite desta quinta-feira, 22, o presidente da República disparou indiretas ao governador de São Paulo, João Doria.

Faça parte do nosso canal ℹ📲 https://t.me/tvcostanorte no Telegram, informe-se!

Bolsonaro mostrou-se, mais uma vez, contrário à ação sanitária defendida por Doria, de definir como compulsória a aplicação do imunizante desenvolvido pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovab Biotech.

Para o presidente do Brasil, defender a obrigatoriedade de vacinação é atitude de “aprendizes de ditadores.”